Skip to main content

Posts

Showing posts from July, 2011
ESTA CASA QUE É NOSSA

Está em estado de ruína a Casa em que vivemos e queremos continuar a viver; a Casa é este país que deveríamos saber honrar. Não se culpem os alicerces - que têm séculos - como a causa da quase derrocada que nos ameaça. Foram antes a má qualidade de gente que se encarregou do seu governo, a degradação que consentiram e os roubos que praticaram e permitiram. Repetidamente!

Os anos passam, as responsabilidades morrem, a escuridão avança. Espectadores abúlicos que somos dos farsantes por nós eleitos. Tudo consentido e até aplaudido!

Não há vergonha nem contrição. Ninguém de respeito se impõe, porque a honra se desvanece e já pouco vale como penhor.

O discurso esvaziado é cada vez mais enganador porque ilude com promessa de verdade, que teima em não existir.
E por nunca ter havido verdade, nua e crua, e ninguém a ter exigido, chegámos a uma encruzilhada de vários caminhos, sem saída à vista.
Há, porém, que tentar com urgência uma saída. Será um esforço que receberá de nós t…
DEFENDER A HONRA (II)

Antes que caia a noite, e escureça ainda mais, olhe-se atentamente e com seriedade para o actual retrato da nação portuguesa, tido como impossível de um dia vir a acontecer. Mas aconteceu!

Neste ano de 2011 - ano de desgraça anunciada -,somos confrontados com o resultado ignominioso das podridões governativas que temos tido:
- crescimento económico: o pior desde 1920!
- taxa de desemprego: a mais alta dos últimos 80 anos!
- dívida pública: a maior dos últimos 160 anos!
- dívida externa: a maior dos últimos 120 anos!
- vaga de emigração: a 2ª maior dos últimos 160 anos!

Quem são, e onde estão, os portugueses que conduziram Portugal a tão vergonhoso e criminoso descalabro?

Povo ingovernável, dizem que sempre fomos!
Mas foram criadas as condições para se fazer esquecer velhíssimos tempos, que outros, contemporâneos execrandos, aproveitaram para aviltar o nosso legado e hipotecar o nosso futuro. Sem julgamento e sem perdão.
Todos - repito: todos - os responsáveis directos, coni…