Skip to main content

Posts

Showing posts from March, 2010
SEGURANÇA...OU A FALTA DELA

Em Portugal, o aumento da criminalidade verificou-se sobretudo em Viseu e no Porto.

Na Póvoa de Varzim, ouve-se:

-"muita gente tem medo de sair à noite".
-"após esta onda de assaltos...".
-"não sei onde isto vai parar".
- "isto está mau".

Disse o senhor presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim ("Comércio daPóvoa", 18.03.2010):

"Não penso que haja um aumento considerável da criminalidade".

Não me parece que estas sejam palavras avisadas e, muito menos, reconfortantes.
HOJE SOU AMERICANO

Acabo de assistir ao acto da assinatura, pelo presidente Barack Obama, da lei sobre o serviço nacional de saúde nos EUA.

Um facto verdadeiramente histórico na política norte-americana, e que (alguns) outros presidentes haviam tentado, desde há décadas, sem o conseguir, apesar dos muitos esforços.

Esta foi uma das principais promessas eleitorais de Obama, cumprida ao fim de 14 meses de mandato presidencial.

Foi árdua a batalha política contra as companhias seguradoras e contra a oposição dos congressistas que preferem manter a repugnante injustiça social e os seus próprios interesses, em vez de conseguirem o bem do seu próprio povo.

Como eu gostaria de, por um dia que fosse, ter um presidente como Obama, para poder partilhar com ele a felicidade que se pode sentir ao assinar uma lei de tamaha importância e significado para o meu país!
CINQUENTA ANOS

Foi neste dia, há 50 anos, que embarquei no NRP "Afonso de Albuquerque" para a viagem de Volta ao Mundo (a 1ª dos tempos modernos), integrado no meu curso da Escola Naval.

Foi o primeiro embarque e o concretizar de um sonho, dos tempos do rapazinho que queria, um dia, ser Marinheiro.

O misterioso Japão, as idílicas ilhas do Hawai, as recordações históricas de Singapura e Malaca, Macau fervilhante e exótico, a deslumbrante Goa, as milenárias pirâmides do Egipto - foram algumas das paragens que nos deram a conhecer melhor o valor da presença portuguesa nos quatro cantos do Mundo, durante séculos.

Recordo esse dia memorável, com todos os detalhes, que muito contribuiu para a minha formação académica, profissional e cívica.
NÃO SE PASSA NADA!

Ontem, dia 15 de Março, houve Reunião de Câmara.
E foi pública.
De curtíssima duração.

A assistência: dois jornalistas e quatro cidadãos.
Os actores - os elementos do Executivo - bichanaram entre si coisas de lana caprina.

É subentendido que as sessões públicas das Reuniões de Câmara sirvam, também, para apresentar ao público - aos cidadãos - problemas que mais directamente interessem à generalidade das pessoas. Pelo que (não) se viu, conclui-se que não há nada de importante a tratar.

Na Póvoa não se passa nada!
PALAVRAS GASTAS

Com algumas vogais salteadas, aqui e ali, e umas tantas conjunções adversativas de permeio, dá sempre certo: discurso balofo de (certos) políticos, politiqueiros e aldrabões:

- povo
- democracia
- transparência
- consciência
- bom nome
- honra
- honestidade
- frontalidade
- excelência
- competitividade
- financiamento
- emprego
- salário
- sacrifício
- utilizador-pagador
- poluidor-pagador
- educação
- esquizofrenia
- pró-activo
- mais-valia
- valência

Enfim: Qualidade de Vida!