Skip to main content

Posts

Showing posts from August, 2008
BASTA!

Há cerca de um ano, uma revista estrangeira de intelligence prenunciava o fim do reinado de Musharraf como presidente do Paquistão.
Tendo analisado todos os parâmetros que mediam o autoritarismo (num clima de ditadura), a degradação da economia, o crescimento da corrupção, o agravamento das condições sociais do povo e, sobretudo, o caminhar rápido para a perda da Democracia (ainda longe de se consolidar), a "sentença" foi clara: Vá-se embora! Teimoso, e julgando-se seguro da sua força e do apoio dos seus amigos, não abandonou, então, o poder.

Acabou por ter de sair, há pouco tempo, sem qualquer resquício de dignidade (teve-a, algum dia?).

Os pasquitaneses respiraram de alívio.
Brevemente haverá eleições.
DOIS DESTINOS

Nos últimos dois anos, a linha do Tua registou quatro acidentes, com mortos e feridos. A responsabilidade, que eu saiba, continua sem dono.
No que se refere ao último, ocorrido há dias, já se sabe que não é defeito da linha nem foi culpa da carruagem (será então de quem?).
Nada foi feito naquela linha, ao longo dos anos, e especialmente depois do primeiro (estranho) acidente, em 2007. E nada se fará!
É o destino!

Depois da envergonhada inauguração da "nova" Avenida Mouzinho de Albuquerque, na Póvoa de Varzim, obra (do século!) onde "tudo foi planeado ao mais pequeno pormenor", a Câmara Municipal tornou-se responsável pelos vários acidentes ocorridos no cruzamento da Avenida com a EN 13.
Numa decisão pouco inteligente, mandou desligar os novos semáforos, querendo com isso descartar-se de todas as consequências, em vez de procurar as soluções que se impôem e a que é obrigada.
E como se não bastasse a falta dos semáforos, não exi…
... DE SE LHE TIRAR O CHAPÉU!

Sou adepto fervoroso do humor subtil, e politicamente corrosivo.
Para ser conseguido, é preciso que o autor tenha muito engenho e arte.
É o que acontece com "A Madeira à conquista do Contenente!", publicado hoje, 24 de Agosto, em www.rouxinoldebernardim.blogspot.com, cuja leitura recomendo vivamente.
Não será preciso "viajar" até à Madeira. Podemos ficar por cá; mudando o nome do figurante, ou figurão, o gozo é o mesmo.
JO : A PÓVOA AFASTADA!

Ainda decorrem os Jogos Olímpicos de Pequim e, face à fraca prestação da representação portuguesa, ouviram-se já algumas declarações do presidente do COI Português, que não será candidato a novo mandato à frente da organização.
De salientar o que referiu ser uma das (muitas) causas do nosso quase generalizado insucesso nestas provas: existe uma falta de cultura do Desporto e nenhuma política que seja adequada.
Já o dissera em tempos e hoje repetiu: continua a sentir-se a necessidade das Escolas de Desporto.

É neste ponto que acho que a Póvoa está (e estará) divorciada dos JO e do Desporto de Alta Competição em geral, porque a actual política (?) local não conduz a quaisquer resultados visíveis, por mais dinheiro que se gaste (diferente de investir) e por mais propaganda que se faça.

Há cerca de 6 anos , o então vereador do Partido Socialista, Engº José Cerejeira, apresentou em reunião de Câmara uma bem elaborada proposta para a criação das E…
A PRESSÃO MEDIÁTICA

É com este título que a jornalista Helena Matos apresenta hoje a sua crónica , no "Público". De entre os vários casos considerados, interessou-me um em particular, por referir a Póvoa de Varzim.

"A subserviência ao poder político, em regra muito grande, avoluma-se quando (...) se trata das autonomias e sobretudo do poder autárquico. Neste último domínio, o das autarquias, mesmo casos tão graves quanto a revelação da presença de Legionella pneumophila em instalações desportivas na Póvoa de Varzim, instalações essas frequentadas por crianças, grávidas e onde decorreram provas desportivas, arrastou-se na blogosfera até se tornar finalmente notícia.
Mas esta amorfa mediocridade do jornalismo está longe de se restringir às áreas do poder político."

Pela minha parte, e no que toca ao jornalismo caseiro, entendo que não vale a pena acrescentar ao muito que já se disse: será malhar em ferro frio.
Se insisto no tema é por outra razão: cabe …
CONFESSO : NÃO SEI !

Mesmo não querendo, tinha forçosamente que ouvir o debate (civilizado) que os dois mantinham, na mesa ao lado: falavam sobre o Parque da Cidade e do novo Estádio do Varzim.

- Aprovo a ideia do parque, que já vem do tempo do padre. Mas assim a passo de caracol nunca mais temos parque. Podiam fazer um projecto geral, até para as pessoas saberem como é que ele ia ficar, e até discuti-lo, e então avançava-se por fases, à medida que fosse havendo dinheiro. Assim, já há anos que temos o Estádio Municipal e os sintéticos do futebol e mais nada.

- Agora já se está a construir a parte do parque de lazer, com um lago, que se podia dispensar porque lago já temos o da pedreira.

- Ainda por cima vão lá encafuar o novo Estádio do Varzim! Isto tem lá algum jeito!

- Só gostava de saber é o que vão fazer na outra parte do parque!

- O que eu gostava mesmo de saber é se a Câmara, que expropriou aqueles terrenos a tanta gente, e nós sabemos quanto pagam por eles, que é o preço de…