Skip to main content

Posts

Showing posts from 2008
O BOM AUTARCA


É de cá!
É nosso!

É o autarca português, candidato a Personalidade do Ano de 2008!

O nosso autarca figura numa reduzida lista de 10 personalidades, o que só por si já significa uma honra, e nos deve orgulhar.

O nosso autarca ombreia com um activista dos Direitos Humanos, com um líder de projectos de desenvolvimento, e com um pacifista!

O prémio do eleito será atribuído pela revista norte-americana "One World".

O nosso candidato é presidente da Câmara Municipal de Moura, e a sua escolha deveu-se ao seu empenho no aproveitamento da energia solar, com a construção da central fotovoltaica da Amareleja, que é considerada a maior central do mundo.

Endereço os meus parabéns ao presidente da Câmara Municipal de Moura, com os votos de que a sua acção, por tão boa causa, sirva de exemplo às mais de três centenas de autarcas do país.


UM BOM ANO DE 2009
O MENSAGEIRO


Tenho pena que digam que este é apenas um tempo de "súbita e frágilfraternidade"(1),e que não queiram que dure para além do virar da página, onde deveriam aparecer as boas novas, duradouras novas.

Porém, o desejo - que tanto desejam - não será assim porque anunciam quepena que, passado este lúcido interregno, tudo volte à antiga forma" (1).

Temos que acabar com o destino de derrota!
Temos que chamar novos arautos, portadores de mensagens de esperança.

(1) da Mensagem de Natal do presidente da CMPV.
O DESACORDO

É sintomático o desacordo entre o PS e o PSD para a designação do novo Provedor de Justiça, uma situação que se vem arrastando desde há longos meses.
Uma tristeza!

Devendo o Provedor de Justiça ser um cidadão acima de qualquer suspeita, competente, sensato e isento em relação ao partido político a que pertence ou pelo qual nutre simpatia, este estado de coisas mostra que:

- em nenhum dos dois partidos políticos existem cidadãos que satisfaçam claramente àqueles requisitos;

- nenhum dos dois partidos políticos aceita o nome indicado pelo outro, provavelmente porque considera que o proposto Provedor não defenderá os seus interesses partidários;

- os dois partidos políticos pretendem, claramente, partidarizar o Cargo de Provedor de Justiça;

- para estes dois partidos políticos, a defesa dos direitos dos cidadãos, face à Justiça, é o que menos interessa.

Cá, no nosso burgo, o exemplo acima referido tem seguidores: a maioria PSD, que governa na Câmara Municipal…
PC MALANDRO

O moralista da aldeia acha que o Magalhães PC é uma arma de maus costumes e perigoso para as crianças porque pode conter material pornográfico.

É capaz de ter razão!

A justificar esta hipótese, eis duas notícias que o desavergonhado do PC Magalhães forneceu, quando ligado à Internet, a fonte do pecado, na mente do moralista da aldeia:

- "A jóvem assediada apresentava escoriações no couro cabeludo".

- "Jóvem atropelada em cima da passadeira. Ficou contusa".

Por agora, só palavras. Faltam as imagens das imoralidades.
NO CENTRO HISTÓRICO

Na Praça do Almada há dois quiosques de jornais e revistas: o "Ala-Arriba", que desde há décadas "mora" na esquina do passeio, junto à rua que corta a Praça; e o "Armando", mais recente, no lado oposto, a norte, e recolhido (e bem).

Desalinhados, como estão, é feio. Isso penso eu, mas arquitecto é que sabe!
Recuar o "Ala-Arriba" teria sido uma oportunidade quando se renovou a Praça: ganhava-se na estética e melhorava-se a visão do trânsito norte-sul.
Sem importância; é só um pormenor...

O mal está feito, e agora não há nada a fazer: na esquina da Rua Agonia Frasco com a Rua Almirante Reis (em frente à estação do Metro), há aquelas colunas de suporte do prédio que tapam a visão do trânsito que vem da esquerda, o que sucede mesmo que os carros ocupem toda a passadeira (peão sofre!).
Quando se construiu (ou renovou) o prédio não devia estar "planeado" haver tanto trânsito naquela rua. E depois, mais…
O PARQUE TECNOLÓGICO

"Agora vai ser o ano do Parque Tecnológico". Mas não foi, nem será! Fica como uma (mais uma) promessa eleitoral sempre adiada.

O PR, Cavaco Silva, esteve recentemente na Maia a visitar mais um novo polo do seu Parque Tecnológico. E nem um saltinho à vizinha Póvoa, para "cheirar" o projecto do prometido Parque Tecnológico Poveiro.

Assim (não) vai o desenvolvimento industrial e económico desta nossa terra, embalada em promessas que não se cumprem e pelas quais ninguém pede contas!

Os poveiros que votaram nesse tal "programa" não se sentem enganados?
PARABÉNS, "COMÉRCIO" !

Com um abraço de amizade ao seu Director, Manuel Frasco, endereço ao

"Comércio da Póvoa" as minhas felicitações pela passagem do seu 105º aniversário.
A CICLOVIA PÓVOA-FAMALICÃO

Agora parece ser uma certeza (parece?!): vão finalmente arrancar os trabalhos da construção da ciclovia, a que chamam ciclovia Póvoa-Famalicão, aproveitando o traçado da assassinada linha férrea. Está no plano das obras.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão já fez a sua parte, com a ligação da cidade ao extremo do concelho, em Gondifelos. À Câmara Municipal da Póvoa de Varzim caberia dar continuidade ao traçado, construindo desde aí, Gondifelos, até à Póvoa (onde, exactamente?). Mas há um pequeno problema: no espaço da penúltima estação - Fontaínhas - existe um stand de automóveis, construído em cima do traçado da linha férrea (alguém autorizou!).

A tão desejada ciclovia Póvoa-Famalicão vai ser interrompida nesse local, ou o stand vai ser destruído?

Esta obra ainda vai ser ...um bico de obra!
DUAS TRENGUICES

A primeira trenguice é uma adivinha:

- Qual é a capacidade do salão da Associação da Matriz?

Depende!
Se for para a convenção autárquica do PSD, e segundo a antevisão do prof. Diamantino, líder do partido, a resposta é: "450 pessoas, porque não cabem mais".
O salão encheu com...400 participantes!
Mas se o evento for o S.Martinho dos idosos, a capacidade sobe para 700 pessoas!

(esta coisa dos números tem muito que se lhe diga...).

A segunda trenguice é uma piada, dita com "tom humorístico" no seu discurso na convenção autárquica, pelo presidente da nossa câmara municipal (para quem não saiba: Macedo Vieira, médico):
"Quando visitávamos a obra Av.Mouzinho muitas pessoas diziam-nos que era preciso 'tê-los no sítio' para fazer uma empreitada daquelas".
(in "Póvoa Semanário", 26.11.08).
OUTRO XICO ESPERTO

É um daqueles eleitos, como há tantos por este país fora, que está sempre ao lado do povo, às vezes no meio do povo, mas na verdade está sempre afastado dele. Povo?!
Ao serviço da "coisa pública", não tem mãos a medir nem tempo para se coçar. Estes "sacrifícios" dão trabalho e muita canseira!

Um tal iluminado, presidente de uma câmara municipal, utilizava sempre o popó da autarquia (talvez um topo de gama) para as suas andanças. E num dado Domingo, li no jornal, andou, ou desandou, até uma das freguesias do concelho onde se festejava o S.Martinho. Vai daí, a Oposição, atenta, moveu-lhe um processo por crime de peculato de uso. Assim, nem mais!
Justificou-se o autarca - que tem a consciência tranquila - que foi dar uma volta pelo concelho para ver o estado das obras! O homem trabalha ao Domingo...É obra!

Ora aqui está uma Oposição que os tem (os autarcas) no sítio...
PRAGAS AUTÁRQUICAS

Pior que a praga dos gafanhotos são as pragas autárquicas. Empresas municipais fazem parte do rol. Em cada dia que passa aparece um caso da doença, ou mesmo mais que um.

Agora sabe-se de Vinhais, como conta o "Público" (17.11.2008): "processos judiciais e denúncias criminosas agitam a vida autárquica"; "a oposição invoca proveitos ilícitos e teia de interesses em volta do presidente da câmara".

O DIAP do Porto investiga: " eventual prática de crimes de prevaricação, peculato e de participação económica em negócio".Os presidentes da câmara e da assembleia municipal poderão perder o mandato", se assim entender o TAF de Mirandela.

Envolvida parece estar também a mulher do presidente da câmara (com quem casou em 2005, e foi então promovida ao cargo de técnica superior); recebe o vencimento da câmara, mas só presta serviço na Associação Nacional de Suínos, que "igualmente a remunera pela realização de a…
UMA AMOSTRA DE CORRUPÇÃO

Em 2007 (em 2008 ver-se-á...), a Polícia Judiciária levantou 384 inquéritos sobre corrupção, mas apenas 103 deles, ou seja, 27%, resultaram em acusações.
Mesmo assim, com tão baixa taxa de acusações, a PJ deve ter tido uma canseira dos diabos! A culpa é do mafarrico tentador!

A peculiaridade destes números é saber-se que a maioria das investigações estiveram relacionadas com a Administração Local, que está, como se sabe,ao serviço do Povo!

Que eu saiba, a nossa Autarquia não esteve metida nestes assados. Valha-nos isso!
DESÇAMOS À TERRA!

O candidato Republicano à presidência dos EUA, John McCain, apressou-se a felicitar o presidente eleito, Barack Obama. E foram essas as suas primeiras palavras quando se dirigiu à multidão de apoiantes que o aclamava, tendo pedido que apoiassem o novo presidente com o mesmo entusiasmo que lhe tinham dedicado, a si, durante toda a campanha. "Unamos os nossos esforços em torno do novo presidente, para grandeza da América".
A multidão ouviu-o em silêncio, a princípio, e terminou, depois , numa prolongada ovação. Os americanos unidos!

Houve, contudo, um pormenor que não me escapou: quando McCain disse, no começo, "acabei de telefonar ao Senador Barack Obama a felicitá-lo", a multidão ensaiou uma vaia que desagradou profundamente McCain. "Please!", disse ele, enérgico, sem hesitações. Foi sincero. Desentendimentos e ressentimentos, se os houve, acabaram logo ali. Gostei!

Este facto faz-me recordar as eleições autárquicas d…
NO DIA SEGUINTE

Pelo mundo inteiro, as imagens das eleições americanas retratavam pensamentos comuns:

- "As eleições americanas foram um assunto global".

- "O mundo esperou pela eleição do seu primeiro presidente".


Só um homem que acredita, com tanta convicção, pode fazer do sonho uma realidade!

Como é imensa a distância entre a grandeza de um homem simples e a pequenez daqueles que se julgam grandes!
SERES HUMANOS ?!

Com 13 anos de idade, Aisha Duhulow, da Somália, foi lapidada (apedrejada até à morte) por um grupo de 50 homens, no estádio de Kismayo e perante cerca de mil espectadores, como "execução misericordiosa" por ter cometido adultério.
Durante o "espectáculo" - o assassínio de Aisha- familiares e espectadores foram em seu auxílio; em resultado disso, os milicianos mataram uma criança, quando dispararam contra a multidão.

A família de Aisha nega a acusação e afirma que ela foi violada por três homens e por tê-los denunciado em tribunal, foi detida!
Nenhum dos acusados foi detido.
Não houve o julgamento normal.
De forma extremamente violenta, Aisha foi morta!

Esta não é a doutrina de Alá.
Porque permite Deus uma coisa destas?

Este crime horroroso merece o nosso repúdio e punição severa por parte da Comunidade Internacional.
A FOZ E A PÓVOA

"O tempo conta-me tanto que a primeira
lembrança chega-me desse tempo
de árvores carregadas de pássaros
pelas ruas da Foz,
desse tempo em que
o esplendor do verão durava,durava..."

- Palavras do Dr. Miguel Veiga, na apresentação da sua obra
"O meu único infinito é a curiosidade".


E da Póvoa, quem me conta lembranças assim?
OS ALCAIDES

Depois das guerras e medos, próprios da longa noite escura, vieram as manhãs claras de vento fresco e respirável.
Outros medos, e mortes, e roubos, vieram depois, trazidos pelos alcaides podres de princípios e gordos de corrupção. Um dos alcaides era tenente.

"O tenente está-se a afundar com a povoação. E cada dia se afunda mais, porque descobriu um prazer do qual não se regressa: a pouco e pouco, sem fazer muitas ondas, está a ficar rico".
Isto dissera o juíz, consciência do povo.

"De modo que a senhora quer que eu lhe escreva um requerimento. Quer dizer, continua a acreditar em requerimentos. Nos tempos que correm, a justiça não se faz com papéis, faz-se a tiro".
Há sempre alguém que acredita, mais uma vez, e alguém que abusa do poder, muitas mais vezes.

Disto se fala na "A hora má: o veneno da madrugada", de Gabriel García Márquez (1962). Mas eu sinto ainda fresca a tinta com que escreveu a história do alca…
DIFERENTES E PIORES

Com uma atitude autista e de grande soberba, a maioria PSD do executivo poveiro REPROVOU a proposta do PS para se reduzir o IMI (taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis), em 2009, para o valor de 0,35% em vez do actual 4,00%; não traria quebras de receita para o município (vamos esperar para ver e confirmar), e ajudava-se um grande número de famílias poveiras, particularmente nestes tempos de crise que atravessamos (a solidariedade entra aqui).
Não! Quanto mais, melhor!

Mas não foram os únicos, os senhores da Câmara, nesta atitude de sacar o mais possível, sem querer olhar às circunstâncias. TODOS os presidentes de Junta de Freguesia PSD seguiram "a voz do dono" (e ainda o coro silencioso dos deputados municipais do PSD): nenhum abriu o bico e nem sequer tiveram que levantar o braço para votar! Nem este "grande esforço" lhes foi pedido!
Só gostaria de saber como vão reagir (!!!) os eleitores sobre esta desconsideração
pelos seu…
MOVIMENTOS CÍVICOS E
ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

1. A luta pela defesa dos interesses da comunidade, quer seja em antecipação às decisões - e nesse caso constituirá uma espécie de conselho -, quer seja como uma forma de protesto apelando à revisão de medidas gravosas tomadas à revelia do consenso geral, é uma prática de cidadania consagrada na Lei.
Quanto mais evoluída for a sociedade maior será a participação cívica dos seus elementos, e a Democracia estará mais enraizada. Pelo contrário, nas sociedades atrasadas, quer seja pelo seu fraco desenvolvimento económico e cultural, quer seja pela existência de autoritarismo, não há progresso sustentado e abre-se caminho à injustiça social e à corrupção; a verdadeira Democracia não existe.
Os movimentos cívicos podem nascer da vontade de grupos de cidadãos, considerados individualmente, ou podem ter origem em associações de vária natureza (esse é, aliás, um dos seus objectivos, e por isso são quase sempre dominadas por entidades …
ÚLTIMA HORA !

Por ser crítico, foi fechado jornal na Tanzânia, país africano do presidente democrata Mugabe.

(Fonte: RTP1, esta manhã)
RETRATO DE CIDADÃO

Dos inquéritos "Semanário Anónimo" (com fotografia e identificação) publicados em tempos, na área Social do "Póvoa Semanário", escolhi este (um de entre tantos, de idêntico teor), publicado em 2003, de um cidadão poveiro, que assim se expressou:

Gosta muito da sua profissão, mas às vezes é dura e cansativa.

Tem tempos livres, de manhã se não trabalha, e ao fim da tarde quando entra em casa.

Adora a praia da Póvoa, e as suas férias de sonho seriam nas Caraíbas.

Quanto à comidinha, tem boa boca, mas o seu prato favorito é arroz de cabidela.

Se fosse presidente da Câmara, a primeira medida que tomava era cortar todo o trânsito. Cidade pedonal. Punha toda a gente a andar de bicicleta.

Já o seu passatempo favorito é...estar no sofá a ver televisão.

(Entretanto, lá fora, os poveiros andam de bicicleta, pelas ruas da cidade pedonal...).

ISTO INTERESSA-NOS !

1. 3,2 Milhões de portugueses perderam poder de compra este ano. ("JN", 02 Out2008).

Neste grosso número de portugueses incluem-se poveiros, e não serão poucos.

2. Estrangeiros em força a concorrer à Alta Velocidade (espanhois e franceses em consórcio). ("JN", 02 Out 2008).

Se na Póvoa houvesse alguma espécie de tecido industrial de monta, poderíamos concorrer com qualquer coisa que servisse para os comboios... Assim, basta-nos pagar a factura!

3. Estradas de Portugal garante 200 MI com nova concessão. ("DE", 02 Out 2008).

Dessa quantia que o Estado vai arrecadar, uma boa fatia será paga pelos poveiros.

4. Disse o Ministro Mário Lino: "as pessoas devem ter direito a manifestarem-se, mas a introdução de portagens entre as SCUTs já está definida". ("Público", 02 Out2008).

Isto é certo e sabido. Palavra de ministro, que ainda não dialogou com os autarcas, como prometeu.
A Pó…
PALAVRAS DE CONFIANÇA

1. No conjunto dos 27 países da União Europeia, Portugal ocupa os últimos lugares em quase todos os indicadores de desenvolvimento. Portugal não é, por isso, um bom exemplo a ser seguido por qualquer dos seus parceiros.
Dependente, em extremo, das circunstâncias externas, as dificuldades têm tendência a aumentar, inevitavelmente. Até o mau tempo pode ser um temível adversário...

2. As consequências da profunda (ou profundíssima) crise financeira nos EUA não são ainda previsíveis. A Europa rica toma, com urgência, as suas precauções, como remedeio de males maiores. O Mundo financeiro treme e a economia assusta-se.

3. O Editorial do "Público" de hoje é elucidativo. Qualquer pessoa que saiba ler, compreende. Sabe-se, todavia, que poucos lêm e muitos não compreendem (é um dos tais indicadores).

4. A Lusa, nas suas notícias de hoje, dá-nos conta que o nosso Primeiro-Ministro desdramatizou quaisquer menos boas perspectivas sobre a a…
OS GRANDES PRINCÍPIOS

José Sócrates, Primeiro-Ministro, teve na Escola de Beiriz uma nova e óptima oportunidade de tirar as poucas dúvidas que ainda tinha no seu espírito sobre alguns dos princípios por si anunciados, e que ora diz que aplica, ora não aplica. Preocupações e incertezas de governante...
Macedo Vieira, presidente da edilidade poveira, deu-lhe generosamente (porque são de partidos políticos diferentes) ânimo bastante para prosseguir na sua cruzada reformadora do país.

Exorto-o a continuar nesse bom caminho (se não foram estas as palavras, foi esse o sentido). Os portugueses saberão compreender.
Aqui, na Póvoa de Varzim, faço o mesmo: tenho como princípios, embora nem sempre os aplique (se não foram estas as palavras, foi esse o sentido). Os poveiros compreendem-me.

José Sócrates ficou agradado e reconhecido, como Primeiro-Ministro, e ganhou ânimo para, como Secretário-Geral do PS, empolgar os milhares de militantes no comício de Guimarães.

Agora,…
AUTARCA ELOGIADOR

Em Beiriz houve uma primeira oportunidade para Macedo Vieira, presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim , elogiar publicamente e sem hesitações o Primeiro-Ministro, José Sócrates, que ali foi apresentar o seu programa das Novas Oportunidades. Aproveitou bem a ocasião, Macedo Vieira.

O elogioso apoio de Vieira a Sócrates foi inequívoco, porque assim, muito bem, se governa o país. Acredito na sinceridade das palavras.

Manuela Ferreira Leite, presidente do PSD - o mesmo partido político em que milita Macedo Vieira - não deve ter ficado nada agradada com a loa, e já deve tê-lo riscado da sua lista de próximos (re)candidatos.

José Sócrates começou a vislumbrar brechas abertas no seio do PSD poveiro.
Por sua escolha, e porque pensa que o município tem sido governado de forma exemplar (troca de elogios...), Macedo Vieira poderia ser o próximo candidato do PS nas autárquicas de 2009.
ASSIM, NÃO!

Em teoria, os partidos políticos são essenciais para a Democracia. Sabemos as razões.
Na prática, eles não estão a servir a Democracia. Conhecem-se as causas.

Só uma profunda e radical alteração da organização política poderá, no futuro, trazer alguma solução positiva.
Até que isso aconteça (se vier a acontecer) subsistirá a miséria política em que se vive. Um nojo.

No 1º trimestre de 2009 iremos conhecer a aprovação da recandidatura do nosso Presidente da Câmara. É a linha orientadora da direcção do Partido, como uma forma de manter o número de câmaras e de freguesias (o que interessa é manter o poder, mesmo a qualquer preço).
E como é o seu último mandato (por força da lei), terá que incluir na sua própria lista o seu sucessor para 2013. Talvez um compadre.

Com estas orientações do directório político, a manterem-se todos em paz e sossego, e de preferência calados (com intervalos para insultos e prática de política rasteira), não haverá, da p…
BASTA!

Há cerca de um ano, uma revista estrangeira de intelligence prenunciava o fim do reinado de Musharraf como presidente do Paquistão.
Tendo analisado todos os parâmetros que mediam o autoritarismo (num clima de ditadura), a degradação da economia, o crescimento da corrupção, o agravamento das condições sociais do povo e, sobretudo, o caminhar rápido para a perda da Democracia (ainda longe de se consolidar), a "sentença" foi clara: Vá-se embora! Teimoso, e julgando-se seguro da sua força e do apoio dos seus amigos, não abandonou, então, o poder.

Acabou por ter de sair, há pouco tempo, sem qualquer resquício de dignidade (teve-a, algum dia?).

Os pasquitaneses respiraram de alívio.
Brevemente haverá eleições.
DOIS DESTINOS

Nos últimos dois anos, a linha do Tua registou quatro acidentes, com mortos e feridos. A responsabilidade, que eu saiba, continua sem dono.
No que se refere ao último, ocorrido há dias, já se sabe que não é defeito da linha nem foi culpa da carruagem (será então de quem?).
Nada foi feito naquela linha, ao longo dos anos, e especialmente depois do primeiro (estranho) acidente, em 2007. E nada se fará!
É o destino!

Depois da envergonhada inauguração da "nova" Avenida Mouzinho de Albuquerque, na Póvoa de Varzim, obra (do século!) onde "tudo foi planeado ao mais pequeno pormenor", a Câmara Municipal tornou-se responsável pelos vários acidentes ocorridos no cruzamento da Avenida com a EN 13.
Numa decisão pouco inteligente, mandou desligar os novos semáforos, querendo com isso descartar-se de todas as consequências, em vez de procurar as soluções que se impôem e a que é obrigada.
E como se não bastasse a falta dos semáforos, não exi…
... DE SE LHE TIRAR O CHAPÉU!

Sou adepto fervoroso do humor subtil, e politicamente corrosivo.
Para ser conseguido, é preciso que o autor tenha muito engenho e arte.
É o que acontece com "A Madeira à conquista do Contenente!", publicado hoje, 24 de Agosto, em www.rouxinoldebernardim.blogspot.com, cuja leitura recomendo vivamente.
Não será preciso "viajar" até à Madeira. Podemos ficar por cá; mudando o nome do figurante, ou figurão, o gozo é o mesmo.
JO : A PÓVOA AFASTADA!

Ainda decorrem os Jogos Olímpicos de Pequim e, face à fraca prestação da representação portuguesa, ouviram-se já algumas declarações do presidente do COI Português, que não será candidato a novo mandato à frente da organização.
De salientar o que referiu ser uma das (muitas) causas do nosso quase generalizado insucesso nestas provas: existe uma falta de cultura do Desporto e nenhuma política que seja adequada.
Já o dissera em tempos e hoje repetiu: continua a sentir-se a necessidade das Escolas de Desporto.

É neste ponto que acho que a Póvoa está (e estará) divorciada dos JO e do Desporto de Alta Competição em geral, porque a actual política (?) local não conduz a quaisquer resultados visíveis, por mais dinheiro que se gaste (diferente de investir) e por mais propaganda que se faça.

Há cerca de 6 anos , o então vereador do Partido Socialista, Engº José Cerejeira, apresentou em reunião de Câmara uma bem elaborada proposta para a criação das E…
A PRESSÃO MEDIÁTICA

É com este título que a jornalista Helena Matos apresenta hoje a sua crónica , no "Público". De entre os vários casos considerados, interessou-me um em particular, por referir a Póvoa de Varzim.

"A subserviência ao poder político, em regra muito grande, avoluma-se quando (...) se trata das autonomias e sobretudo do poder autárquico. Neste último domínio, o das autarquias, mesmo casos tão graves quanto a revelação da presença de Legionella pneumophila em instalações desportivas na Póvoa de Varzim, instalações essas frequentadas por crianças, grávidas e onde decorreram provas desportivas, arrastou-se na blogosfera até se tornar finalmente notícia.
Mas esta amorfa mediocridade do jornalismo está longe de se restringir às áreas do poder político."

Pela minha parte, e no que toca ao jornalismo caseiro, entendo que não vale a pena acrescentar ao muito que já se disse: será malhar em ferro frio.
Se insisto no tema é por outra razão: cabe …
CONFESSO : NÃO SEI !

Mesmo não querendo, tinha forçosamente que ouvir o debate (civilizado) que os dois mantinham, na mesa ao lado: falavam sobre o Parque da Cidade e do novo Estádio do Varzim.

- Aprovo a ideia do parque, que já vem do tempo do padre. Mas assim a passo de caracol nunca mais temos parque. Podiam fazer um projecto geral, até para as pessoas saberem como é que ele ia ficar, e até discuti-lo, e então avançava-se por fases, à medida que fosse havendo dinheiro. Assim, já há anos que temos o Estádio Municipal e os sintéticos do futebol e mais nada.

- Agora já se está a construir a parte do parque de lazer, com um lago, que se podia dispensar porque lago já temos o da pedreira.

- Ainda por cima vão lá encafuar o novo Estádio do Varzim! Isto tem lá algum jeito!

- Só gostava de saber é o que vão fazer na outra parte do parque!

- O que eu gostava mesmo de saber é se a Câmara, que expropriou aqueles terrenos a tanta gente, e nós sabemos quanto pagam por eles, que é o preço de…
HOJE HÁ PIRATAS!

A história dos piratas, os ladrões do mar, está documentada numa interessante exposição no Palácio Nacional de Sintra.

Entre muitas curiosidades, duas dignas de nota:
- a pirataria não era exclusiva dos homens; também havia mulheres piratas, e temidas que eram;
- a organização pirata baseava-se em princípios democráticos: o capitão era eleito e podia ser deposto pela maioria da tripulação em caso de violação das normas da pirataria ou de abuso do poder.

Hoje em dia continua a haver piratas no mar, nomeadamente nos mares da Malásia, da Somália e das Caraíbas.

A grande novidade está na existência de piratas em terra (homens e mulheres), bem mais perigosos, ao que consta: os princípios democráticos podem ser relegados para segundo plano e quase não há leis para o saque.
MUITO MAU SINAL !

É gratificante pensar-se que o povo-eleitor acredita nas propostas dos políticos, que julgam sérios, e aos quais concedem o poder e o dever da governação das causas públicas. Em troca de tão abnegada dedicação pelo bem Servir, exigem-lhe apenas Responsabilidade.
Na prática, nada disto acontece (poderá haver uma ou outra excepção, que se esfuma entre tanta mediocridade).
Continua a ficar a esperança de melhores dias...

Em 2009 haverá eleições. Bom sinal seria que o PSD (o principal partido da oposição) se apresentasse como um partido político credível. Não é, nem será!
Eu explico.

Um seu dirigente nacional já traçou -que eu vi e ouvi- os grandes objectivosnacionais do PSD para as próximas eleições:

- vencer as eleições legislativas;

- ganhar o maior número de concelhos para ficar com a presidência da ANMP (Associação Nacional dos Municípios Portugueses);

- ganhar o maior número de freguesias para ficar com a presidência da ANAFRE
ACIMA DA LEI


A Câmara Municipal da Póvoa de Varzim não cumpre o que a Lei determina, no que respeita ao Estatuto da Oposição. Os exemplos , desde há anos, são incontáveis.

As informações que presta são as de facto consumado, e nunca sobre as intenções e sobre o andamento dos principais assuntos e projectos que a maioria pretende levar a cabo.
Com este tipo de atitude impede a oposição de exercer um seu direito, e também o dever de contribuir para os principais assuntos de interesse político para a Póvoa.

Muitas das vezes é pela comunicação social que a oposição tem conhecimentode projectos (ou de intenções de projectos), e do desenvolvimento de questões tão importantes como o Plano de Pormenor para os actuais terrenos do Varzim e do Desportivo. Inconcebível!

O PDM , documento vital para o desenvolvimento do concelho, continua escondido da oposição. Inaceitável!

O espírito do Artº 114 da Constitução da República Portuguesa ainda não penetrou nas mentes da m…
O PAPA PEDIU

Estão reunidos, na Cimeira do Japão, os representantes dos países mais ricos do mundo, o G8.
O Papa Bento XVI endereçou-lhes uma mensagem: os países ricos deviam ajudar os países pobres.
Esta questão assenta num dos pilares da Doutrina Social da Igreja, que uma grande parte dos portugueses compreende e tenta seguir. Exemplos não faltam.

Nós, por cá, vamos à frente; e sem sermos "mais papistas que o papa", veja-se o extremoso desvelo com que se tratam os nossos concidadãos idosos: a Câmara Municipal leva-os uma vez por ano ao Novotel Vermar, para um jantar oferecido pela empresa hoteleira.
Os idosos pertencem às Instituições de Solidariedade Social do concelho, ajudadas pela autarquia. Fica a ideia de que para além disso não há idosos necessitados e que também gostassem de ter um jantar na vida, num hotel daqueles!

Esta é o tipo de caridadezinha colada ao voto e da solidariedade nula; não é aquela que interessa ao Papa, e muito menos int…
PRESIDENTE EXCELENTÍSSIMO

Depois das cenas macacas que foram as "visitas guiadas" pré-inaugurais à Avenida Mouzinho e seu buracão, foi oficialmente inaugurada a obra exemplar, na véspera do dia de S.Pedro.

Na placa que testemunha o evento, pode ler-se:

"Inaugurada no dia 28 de Junho de 2008 pelo Secretário Adjunto e da Administração Local, Dr. Eduardo Cabrita, sendo presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim o Ex.moSr. Dr. José Macedo Vieira".

(os sublinhados são meus)

Só podia ser da Póvoa de Varzim, a Câmara Municipal. Então porque escreveram o nome da cidade?
O Secretário de Estado, esse, é do Governo de Portugal, claro!
E é apenas Dr., o Secretário de Estado.
Já o presidente que (ainda) temos, apenas presidente de câmara, esse é Excelentíssimo Senhor, também Dr.

( Estou a ler, mais uma vez, de José Cardoso Pires, o"Dinossauro Excelentíssimo").
PÓVOA : REVISÃO EM BAIXA

Um grande número de câmaras municipais decidiu utilizar a energia solar para aquecimento dos edifícios públicos e infraestruturas dos municípios.
Antes de se saber isso, já os vereadores do Partido Socialista na Câmara Municipal da Póvoa de Varzim haviam apresentado uma proposta para que o mesmo princípio fosseadoptado na Póvoa. Mas porque a proposta veio de quem veio, e ainda por cima sendo da autoria do ex-vereador Arq.Silva Garcia, o pensamento único da maioria PSD do executivo camarário decidiu...REPROVÁ-LA! Sem discussão!
E sabendo-se que na Póvoa de Varzim existe a maior fábrica de paineis solares da Europa (ou do Mundo?), custa a aceitar tão grosseiro NÃO a um fácil processo de poupar energia.

Uma das notícias nacionais de hoje foi a apresentação de uma sala de aula iluminada com energia solar, na Guarda. Na Póvoa, pelo contrário, não se quer apostar no progresso!

A Póvoa de Varzim também foi hoje notícia na RTP1 por um caso iné…
SINAIS

1. Acompanho a situação política no Zimbabwe. Uma vergonha e um crime. A Comunidade Internacional não consegue (ou não quer) acabar com tão miserável situação. O Homem está a deixar de merecer ser cidadão do Mundo.

2. Telefonam-me e, talvez por brincadeira, dizem-me que já chegou à Póvoa o "advogado da Califórnia". Terá vindo para as Festas de S.Pedro, penso eu. Ao menos transmitem-me boa disposição.
UM ESTATUTO EDITORIAL

A "VISÃO", revista semanal de grande expansão e de referência, publicou (nº 797, de 12 do corrente) o seu Estatuto Editorial, que a seguir se apresenta, quase na íntegra.

1. A revista Visão pretende dar uma ampla cobertura dos mais importantes e significativos acontecimentos.

2. A Visão é independente do poder político, do poder económico e de quaiquer grupos de pressão.

3. A Visão identifica-se com os valores da democracia pluralista e solidária.

4. A Visão rege-se pelo cumprimento rigoroso das normas éticas e deontológicas do jornalismo.

5. A Visão defende o pluralismo de opinião, sem prejuízo de poder assumir as suas próprias posições.

6. A Visão pauta-se pelo princípio de que os factos e as opiniões devem ser claramente separados: os primeiros são intocáveis e as segundas são livres.


À parte as enormes diferenças da dimensão entre a Visão e os jornais da nossa terra, são idênticos os seus objectivos e iguais as suas responsabilidades.

Cada…
AS PERGUNTAS DO PR

A Casa Civil da Presidência da República já tem, nesta altura, preparadas as várias pastas com as questões respeitantes à Póvoa de Varzim, para habilitar Cavaco Silva, Presidente da República (PR), a conhecer bem as realidades do nosso concelho e poder interrogar-se, como é seu costume, quando nos visitar para a inauguração do Parque de Estacionamento Subterrâneo na Avenida Mousinho.
Será pelas Festas de S.Pedro.

Como é sabido, o convite foi feito pelo presidente da nossa Câmara Municipal, Macedo Vieira, quando há alguns meses liderou uma excursão de autarcas poveiros do PSD, em visita ao Palácio de Belém. Acidentalmente, o PR estava lá e aproveitou-se a maré.

O PR não vai limitar-se a cortar a fita da inauguração da grande obra do século (onde vai ficar a placa?). Terá ocasião de fazer o trajecto da Av. 25 de Abril (via B), observar o andamento das obras do Garrett, admirar a nova pista de skate e, claro, ver o Parque da Cidade.

AMARGAS RECORDAÇÕES

Saindo do centro da cidade, a Q&Q e a Madrugada deixarão os seus espaços para empreedimentos imobiliários. A transferência foi considerada de "Interesse Municipal", e assim o índice de construção autorizado foi de 1.8 (mais 50% do que é permitido).

A decisão foi aprovada pela Assembleia Municipal, que contou com os votos CONTRA do PS, da CDU e ainda de Miguel Sousa Neves e Afonso Oliveira, ambos do PSD; a única ABSTENÇÃO veio também do PSD (Santos Costa).

Duas intervenções relevantes:
- João Costa (PSD): as empresas têm que garantir que a sede social se mantenha no município da Póvoa, que mantenham os postos de trabalho (na medida do possível), e que celebrem com a Câmara um protocolo para que isso seja garantido (base da Proposta, igualmente aprovada).
- Jaime Eusébio (PS): no processo do projecto Q&Q parece que tudo é sério, mas não é.

Remates finais do presidente da Câmara, Macedo Vieira, depois de terminada a sessão:
"as e…
OBVIAMENTE !

A apresentação da biografia do Gen. Humberto Delgado, na Biblioteca da Póvoa de Varzim, em 16 do corrente, serviu para se reviverem os acontecimentos de então, na nossa cidade.
E tão empolgantes e genuínas foram as manifestações, que levaram o General a prometer que a sua primeira visita, se fosse eleito, seria à Póvoa de Varzim!

Ouviram-se testemunhos de alguns poveiros e muitas referências, apropriadas, do autor da obra, neto do General. O apresentador, José Carlos de Vasconcelos, recordou-nos a censura de então, a falta de liberdade de expressão, a repressão à oposição, a farsa dos julgamentos políticos, e o entusiasmo de um Povo que mostrou querer a liberdade. Segundo ele, nascera aí o 25 de Abril, semente que o Povo lançou há 50 anos!

Se a quase totalidade dos presentes voltou a vibrar com a recordação e o significado daqueles acontecimentos, já o presidente da Câmara e alguns vereadores da maioria, presentes na sessão, devem ter-se sentido pouco à …
A FOME NO MUNDO

Os mercados financeiros investem na fome!

À medida que aumenta a fome de milhões de pessoas, em todo o mundo, aumenta a riqueza de grandes empresas multinacionais, um pouco por todo o lado.
Ricos, cada vez mais ricos, à custa da fome dos pobres, cada vez mais pobres!
Um escândalo!

Não bastam as ajudas alimentares. É preciso que os governos (e os políticos) enfrentem com honestidade este flagelo, que é um crime contra a Humanidade.
E não é isso que se vê.

Nestes últimos tempos, a maior empresa de sementes aumentou os seus lucros em mais de 80% , e a fome atingiu mais milhões de pessoas!
O preço do arroz triplicou, nos últimos tempos. Está nas Bolsas financeiras, e não nos estômagos de tanta gente faminta!

Atiram-se culpas para as alterações climáticas, para a subida do preço do petróleo, e para a utilização dos terrenos agrícolas na produção de cereais para combustível.
Mentira! As pessoas não são bem informadas.

Cada país tem que promover me…
CONVERSA FIADA

A intervenção na Avenida Mousinho é a mais emblemática deste seu mandato, disse Macedo Vieira ao "A Voz da Póvoa", em 30.11.2006.

"A obra foi planeada de uma forma quase científica. Tendo em conta a sua grande dimensão, foi preciso acautelar a circulação e a segurança de pessoas ebens".

E noutra passagem da entrevista:
"O nosso único objectivo é servir as pessoas e não o de fazer obras à toa como alguns políticos tontos querem fazer crer".

A finalizar, o experiente político disse:
"O projecto que lidero, na Câmara da Póvoa, há 13 anos, é abrangente, consensual, e foi sufragado pela população poveira".

Os sublinhados são meus e servem para focar a vacuidade do discurso.

Gostava de saber, porque não o conheço, qual é O projecto que o presidente Macedo Vieira lidera há 13 anos.
LIBERDADE PARA CONVIDAR

O presidente da Câmara, Macedo Vieira, informou o Presidente da República, Cavaco Silva, que ia enviar-lhe o convite para a inauguração da Avenida Mousinho de Albuquerque, nas próximas Festas de S.Pedro.
A conversa ocorreu durante uma visita que os autarcas do PSD poveiro fizeram ao Palácio de Belém.
E não tenhamos dúvidas que foi nessa qualidade - de autarca do PSD - que o presidente da nossa Câmara fez o convite, questão que levanta (e levantou) justificadas reservas e críticas.

"Tenho legitimidade para convidar quem quiser", argumenta sua excelência.
Terá? Nas condições indicadas, duvido, ou antes, penso que não tem.
Para adquirir essa legitimidade, que os votos não lhe deram, devem ser observados vários pontos:
- o presidente não é o único elemento da Câmara; ele é o líder de um colectivo de vereadores, sendo 5 do PSD e 3 do PS;
- ao endereçar um convite oficial (do género deste) deve ter em mente que o convidado vem à Póvoa a co…
PÓVOA CAPITAL

A Póvoa de Varzim tem sido denominada a capital de quase tudo!
Sobressaídas foram quatro as variantes de "capital": da Cultura, do Turismo, do Lazer e do Desporto. Duas dessas variantes estão agora valorizadas: o Lazer, com os novos e muitos bancos na renovada Praça do Almada, sempre com elevada taxa de ocupação; e o Desporto, com a criação da Equipa Poveira de Ciclismo.

Só por excesso de modéstia não se crismou ainda a Póvoa como a capital da Gastronomia, por causa dos "Sabores Poveiros".

A nossa cidade acaba de ganhar mais um galardão: Póvoa Capital do TurismoCultural e Religioso, assim baptizada só porque se realizou cá, recentemente, um Congresso Internacional daquela qualidade de Turismo.

Presunção e água benta...
APROVAÇÃO DAS CONTAS

Tomo como referência a notícia do "Póvoa Semanário" (edição online) de hoje, 24.04.2008, na qual se diz que o Relatório de Contas da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim foi aprovado, ontem, pela Assembleia Municipal, com os votos CONTRA do PS, CDU e CDS.

As principais razões que ditaram o sentido da reprovação devem-se à má políticada Câmara, que muito penaliza os poveiros, nomeadamente no que respeita aos impostos e a alguns serviços (água, saneamento, salubridade).

A maioria PSD rebateu com um argumento que, em minha opinião, é ridículo, por não ter cabimento: as contas foram revistas por um auditor!
Ora, o auditor não analisou a POLÍTICA que envolve a contabilidade analisada, e essa questão é a que, neste momento, mais interessa aos poveiros, e que a maioria PSD descartou.
718 FUNCIONÁRIOS

Há dois ou três anos, dizia alguém (certamente mal informado...) que na Câmara Municipal da Póvoa de Varzim trabalhavam (ou, de qualquer forma, estariam ligadas à Câmara) cerca de 1100 pessoas. Esse número poderia justificar, de certo modo, as avultadas somas dispendidas com pessoal.

Esclarece agora o vice-presidente da autarquia (na ausência do presidente), que o número de funcionários camarários é de 718. Um número considerado aceitável, quando se faz a comparação com outras câmaras municipais de dimensão semelhante.
Fala-se ainda em 42 contratados a termo, o que totaliza 760.

Sinceramente, acho pouco. Deve haver mais gente aboletada na Casa Grande, com sede na Praça do Almada.

E os avençados, quantos são eles?

Proponho que se faça uma contagem, o que levará o seu tempo, porque haverá muito que contar.
130 ANOS DEPOIS

O escritor poveiro Francisco Gomes de Amorim escreveu, no seu livro "O Amor da Pátria", edição de 1879, o seguinte:

"Quem é pobre e não tem empenhos, fica sempre a marcar passo, enquanto asnos caminham a galope, e se lhes desculpam, até crimes, quando têm altos protectores".

Este juízo inseria-se, então, num quadro de influências na Côrte. Hoje, mudado o regime, ele espalhou-se por aí, sem conhecer fronteiras.
TUDO SOBRE A PÓVOA !

Vamos tentar, em poucos minutos, descobrir alguma coisa de interesse sobre a Póvoa de Varzim.
Propomos o seguinte percurso:
1. Aceda à homepage do SAPO;
2. Na barra de serviços escolha "Local";
3. Póvoa de Varzim (vê-se a Fortaleza);
4. Procurar "Mais sobre a Póvoa de Varzim";
5 Veja "Pontos de Interesse em Póvoa de Varzim";
6. Abra "Restaurantes", e encontra o óptimo e saudoso Brook's! Há quantos anos...
7. Procure outra área:"Piscinas". A Póvoa, Capital do Desporto e do Lazer, está apenas representada pelas piscinas do Clube Desportivo da Póvoa.
E sobre as piscinas da Varzim Lazer? Nada!
Será que a VL "já era"?

Assim, parece pretender-se que as as informações fornecidas não despertem o interesse de quem quer que seja, ou então a Póvoa não tem nada para oferecer.

A tropinha que devia tratar da imagem da Póvoa estará certamente ocupada com outras tretas...
Talvez fosse boa ideia, e…
NOVAS DO ACHAMENTO

O presidente da Câmara da Póvoa foi ao Brasil, em representação do Município, e não me chegam novas do achamento das Terras de Vera Cruz!
Aportou bem?
Aterrou melhor?

Como terá o poveiro presidente-embaixador, portador de saudades e em missão de serviço público, encontrado os nossos patrícios de além-atlântico?

Ninguém diz nada!

E na bagagem, que presentes terá levado?
Nada se conta, nada se ouve...
Por adivinhamento: caixinhas de areia das nossas praias, frasquinhos com água do mar poveiro, e rabanadas.
E papeis. Muitos papeis: a Folha Municipal e fotografias do Parque da Cidade. E também da Via B, que já ia esquecendo...

Uma pessoa comove-se só de pensar nas imagens da "Nova Póvoa" levadas para os poveiros do Brasil, com tanto empenhamento e enlevo.
Devem ter ficado felizes!
Eles hão-de mostrar gratidão.
INSEGURANÇA

Na Póvoa de Varzim, as pessoas sentem-se inseguras! Receiam ser vítimas de assaltos, e receiam os assaltos às suas lojas.
É crescente o número de pessoas preocupadas com este fenómeno, que não é exclusivo da nossa cidade (e concelho).

Existe na Autarquia o Conselho Municipal de Segurança (CMS), que tem por objectivo avaliar as situações de segurança e propor medidas que possam debelar a criminalidade, e conferir algum grau de segurança aos cidadãos.
O CMS, criado há um par de anos, reuniu aquando da sua apresentação. Nunca mais! Desde então os assaltos aumentaram, e do CMS nada saiu. O que saiu foram declarações do presidente da Câmara, e também presidente do CMS, a querer dizer que não há azar!
Assaltos?!
Criminalidade?!

Se os comerciantes da Junqueira e da Avenida Mousinho falassem, podiam calar as palavras do senhor presidente . Como isso não acontece, continua tudo na paz que se deseja...

Então o que tem feito o CMS? Tem reunido? Que m…
O VALOR DO HOMEM

1. Após 2 anos e meio no executivo camarário, como principal vereador do Partido Socialista, o Arquitecto Silva Garcia renunciou ao seu mandato, no local próprio (uma Reunião Pública de Câmara) e com a justificação frontal e inequívoca, corporizada numa Declaração Política. Esta Declaração, só por si, traduz o que valem os Homens que defendem valores e princípios, e o que nada valem os políticos medíocres.

2. Silva Garcia foi escolhido pelos órgãos do Partido Socialista como candidato à presidência da Câmara Municipal; não foi escolhido por nenhuma influência ou pressão externas. Começou aí a diferença relativamente aos que do serviço público e poder autárquico não têm a verdadeira noção.

3. Os propósitos da candidatura de Silva Garcia exigiam (o próprio os impôs) determinados pressupostos que levariam a uma renovada tomada de consciência política por parte dos cidadãos, e prometiam acabar com o que vinha sendo as más práticas políticas de mandatos suc…
VOLTOU A FALTAR !

Hoje, 17 de Março de 2008, realizou-se, ao fim da tarde, uma Reunião Pública de Câmara.
Ao contrário das reuniões privadas, esta é uma oportunidade que a população tem de apreciar o desempenho político do executivo, conhecer directamente as razões das decisões tomadas e, muito importante, a possibilidade de intervir no fim da sessão.
A Reunião Pública de Câmara é, por isso, uma reunião especial na qual o presidente da Câmara pode ouvir as questões que lhe forem colocadas e responder às sugestões ou queixas apresentadas pelos presentes.
É uma ocasião especial de diálogo e discussão política, salutar e indispensável em Democracia.

Todavia, o presidente da Edilidade faltou à Reunião Pública de Câmara. Faltou mais uma vez. A desculpa para a ausência foi a LIPOR!
Ou seja: os interesses (àquela hora?!) da LIPOR têm prioridade sobre os interesses da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim! Os cidadãos poveiros merecem menos atenção que a empresa de …