Skip to main content

Posts

Showing posts from October, 2007
DIA MUNDIAL DA POUPANÇA

Era costume, na data em que se celebra o Dia Mundial da Poupança, fazer-se um reforço de cobres nos mealheiros, por se compreender que poupar era preciso.
Alguns bancos ofereciam até condições muito especiais às crianças que, neste dia, abrissem uma conta, com as moedas dos padrinhos e com poupanças dos papás.
Pedagógico e lucrativo. Era a cultura da poupança.

Poucos anos passados e o costume foi-se.
No entanto, a teoria mantém-se: diziam esta manhã uns jóvens directores de marketing bancário que as pessoas deviam poupar alguns euros, consoante as suas disponibilidades; por exemplo, 25 euros, 50 euros, 200 euros...

Num país com mais de 2 milhões de pobres e muitíssimas famílias endividadas, as pessoas que conseguissem num mês dispor, por alguns momentos que fosse, de 25 euros, gastá-los-iam na compra de bifes - em promoção - para um almoço melhorado num qualquer Domingo do mês.

Hoje é o Dia Mundial da Poupança.
Hoje é o Dia N…
GENTE RICA É OUTRA LOUÇA

A maioria PSD no executivo da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim REPROVOU a proposta dos Vereadores Socialistas para a criação do Cartão Municipal do Idoso, o qual iria permitir aos mais velhos (e carenciados) terem acesso a descontos nos serviços prestados pela Câmara e, eventualmente, por comerciantes.

A maioria PSD teve 15 dias para estudar a proposta; os seus elementos (o presidente da Câmara e mais 5 vereadores) tiveram tempo mais do que suficiente para "espremer as bisnagas" e apresentarem uma alternativa ou uma justificação credível e decente.

A reprovação da proposta dos Socialistas foi lida pelo vereador mais vocacionado para a causa: o do pelouro da Acção Social, Prof. Luís Diamantino. E disse:

"(...) mais não seria que um cartão de carência económica, vulgo atestado depobreza - algo que, por tão humilhante, deveremos a todo o custo evitar. Aliás a humilhação do idoso começaria logo no processo de atribuição, exigind…
EXEMPLO A SEGUIR

Para "valorizar a qualidade e originalidade arquitectónica do concelho", a Câmara Municipal de Loulé promoveu o "Prémio Bienal de Arquitectura e Urbanismo", pretendendo, com isso, incentivar "a construção rigorosa e bemenquadrada de obras tendo em conta a preservação de espaços verdes".
Segundo a notícia avançada pelo "Público", em 12.10.2007, serão avaliadas três categorias:
- obra nova;
- obra de recuperação;
- obra de urbanização.

Para a cerimónia de entrega dos prémios foi escolhida uma data de grande significado local - o Dia do Município - , e a antecedê-la haverá uma exposição pública dos trabalhos premiados.

Já em duas ocasiões sugeri, neste espaço, um projecto semelhante para a nossa Câmara, sem que se tenha notado qualquer resquício de receptividade à ideia. Que é uma boa ideia, tenho a certeza.

Haja paciência. Há quem insista em fazer-nos diferentes...para pior.

PORTUGAL vs ESPANHA

A Espanha é uma das maiores potências económicas da UE.
Portugal também faz parte da UE.

O IVA em Portugal é de 21%.
Os nossos vizinhos usam um escalão muito inferior.

Os vencimentos dos espanhóis são muito superiores aos dos portugueses que trabalham.

Nós temos os combustíveis muito mais caros. E os carros em Espanha são muito mais baratos.


Os nossos contadores eléctricos, das empresas e domésticos, vão ser substituídos por novos modelos, para permitirem uma melhor gestão. Serão mais de 5 milhões de equipamentos, que os consumidores portugueses vão pagar (substituição e instalação).
Em Espanha também vai haver uma semelhante operação de modernização: 15 milhões de novos contadores. E quem é que os vai pagar? A empresa espanhola distribuidora de electricidade! Os consumidores espanhóis não pagam!
A GESTÃO EXEMPLAR DA VL

Sempre que alguém, de fora do círculo apertado do PSD-Póvoa, emite uma opinião ou critica aspectos de gestão da Varzim Lazer-Empresa Municipal (VL), costumam saltar as "comadres", num frenesim enjoativo, a tecer loas à excelente gerência (?!) e às magníficas (?!) condições da VL, e a denegrir outras opiniões que não estejam em sintonia. E há quem afirme até que "já basta de se falar na VL!", como se tudo estivesse remediado.
Não está, e dificilmente virá a estar. As razões são conhecidas, e só não as aceita quem não quer mesmo aceitá-las.

O anterior presidente do CA da VL (presidente da Câmara, Macedo Vieira), "explicou que a academia (pomposo nome!) precisava de ser dinamizada, e, agora poderá ser possível criar ali uma escola de ténis" (in "Póvoa Semanário", 03.10.2007).

No mesmo semanário, o artigo de opinião do Eng. David Santos ("Varzim Lazer, um exemplo de gestão"), escrito por quem tem…
HAVERÁ PONDERAÇÃO ?

Na última sessão da Assembleia Municipal (AM), Renato Matos, presidente da Comissão Política do PS-Póvoa, criticou a entrega da gestão da Academia de Ténis (Varzim Lazer, Empresa Municipal) a uma empresa privada, a qual começou por TRIPLICAR os preços!
O vereador-administrador da VL assegurou que tal entrega à empresa privada (sem concurso público) não incorre em qualquer ilegalidade. Mas NÃO explicou o essencial da questão abordada: o desvio dos objectivos principais da Academia de Ténis da VL. E era isso que mais interessava discutir.

Renato Matos também referiu o facto das recentes melhorias dos espaços da Academia de Ténis (há tanto desejadas), para a realização de um torneio organizado por um dirigente do PSD-Vila do Conde e, pura coincidência, familiar do presidente da Câmara da Póvoa.
Segundo a notícia do "Público" (03.10.2007), "o presidente da câmara, Macedo Vieira, acusou Renato Matos de fazer uma sér…