Skip to main content

Posts

Showing posts from May, 2007
MAIS UMA DE SOCIAL

Disse-me que já perdeu a conta ao número de anos que trabalha na Função Pública, num dos escalões inferiores da hierarquia.
O Estado paga mensalmente, a este seu servidor, que trabalha o número de horas estipulado na lei, o equivalente ao ordenado mínimo nacional: uma invejável fortuna!
Concedem-lhe, todavia, uma regalia: recebe, ao fim do mês, 9,80 euros de subsídio de refeição!

Está provado que o Rendimento Mínimo Garantido continua a ser um óptimo "emprego".
R M G

Deve andar pelos 40 anos, mais coisa, menos coisa. Não apresenta sintomas de maleitas nem de defeito físico, e muito menos revela qualquer sinal de miséria.
Desempregou-se, há alguns anos, de livre vontade; e se já então as preocupações eram mínimas, agora são nulas. Como vive só, também por desejo próprio, tem quem lhe trate da vida: uma instituição social leva-lhe todas as refeições a casa. Nos intervalos passa a maior parte do tempo no café com os amigos, a jogar às cartas e às damas (estas à noite...).
No fim do mês recebe, pontualmente, o cheque da segurança social; ele foi dos primeiros a inscrever-se no programa do Rendimento Mínimo Garantido, com o aval de quem lhe fica com os votos, em todas as eleições.
Muitos se revoltam com a tremenda injustiça social, mas nenhum protesto o incomoda: o rendimento é garantido!
O pai, que vive perto, passou a fábrica a patacos, e ganha para cima de mil contos por mês, só de rendas!
O SHOPPING

Noticia o "Público" de hoje, 11 de Maio, que o presidente da câmara poveira diz "haver vários investidores interessados em construir um shopping na cidade". Acrescenta ainda o autarca "que a edilidade está a estudar um pedido de uma empresa que pretende instalar o centro junto ao hospital, um terreno camarário onde funcionou um parque de estacionamento" (terreno da antiga cadeia).
Segundo o presidente, "esse seria um «bom local» para a edificação do shopping, já que ficaria numa zona que precisa de ter animação" (ficará colado ao hospital...), "e teria bem perto um parque de estacionamento subterrâneo".
Está justificada, em grande parte, a necessidade (?) da obra do regime! Falta saber é se os futuros clientes do shopping (é fino dizer shopping...) terão estacionamento gratuito.
Parece estar, assim, confirmado: "a Póvoa de Varzim é, a seguir a Lisboa e Porto, a cidade com maior investimento".
MAIS CINCO DE MILLÔR

Conhecesse Millôr Fernandes as realidades da nossa Terra, e de certeza que haveria de gostar de dedicar à Póvoa de Varzim estes cinco nacos de bom humor:

1. Se durar muito tempo, a popularidade acaba tornando a pessoa impopular.

2. É impressionante a altura que um homem pode atingir apenas não descendo de
nível.

3. Ser diplomata é discordar sem ser discordante.

4. As lições de economia entram por um bolso e saem pelo outro.

5. Com muita sabedoria, estudando muito, pensando muito, procurando
compreender tudo e todos, um homem consegue, depois de mais ou menos
quarenta anos de vida, aprender a ficar calado.