Skip to main content

Posts

Showing posts from 2007
MORDOMOS

Está de volta, e com mais procura e maior exigência de qualidade, a profissão de mordomo, outrora uma quase instituição inglesa.
Como há cada vez mais ricos, e muito ricos, espalhados por esse mundo, o mordomo de qualificações elevadas passou a ser um acrescento aos quase obscenos sinais exteriores de riqueza daqueles que não sabem o que fazer ao dinheiro.

O currículo que é pedido aos mordomos é exigente, para o desempenho eficaz de tantas "canseiras" dos patrões; os salários e regalias sociais (que incluem planos de reforma) acompanham os padrões.
Ricas vidas! Dos mordomos e dos ricos patrões.

Isto acontece, agora, neste planeta Terra, um pouco por todo o lado.

Nós também temos muitos ricos, alguns riquíssimos.
Se a profissão de mordomo estivesse mais vulgarizada entre nós, oportunidades não faltariam para os milhares de licenciados no desemprego (são pessoas com qualificações).

Também por cá: pobres, somos dois milhões!
IDOSOS

Os idosos têm o seu Dia Internacional, e a Póvoa celebra-o organizando um convívio.
Por cá, em 2002, foi comemorado no dia 1 de Outubro, sendo designado "Dia Internacional das Pessoas Idosas", e juntou 300 idosos e utentes de IPSS do Município da Póvoa de Varzim.
O almoço de confraternização foi presidido pelo Dr.Luís Diamantino, que na altura detinha os pelouros da Juventude e da Solidariedade.
Foi "A Ternura dos Setenta", como então foi apelidado o convívio pelo semanário "A Voz da Póvoa" (10.10.2002).

Passados 5 anos, os idosos poveiros devem ser em muito maior número, e muitos deles serão carenciados; foram, certamente, convidados para o almoço de confraternização deste ano.

Para as pessoas idosas carenciadas foi proposto à Câmara, pelos vereadores socialistas, a emissão do Cartão do Idoso, que lhes concederia determinados benefícios, para elas importantes.
Essa proposta foi rejeitada pela maioria PSD do executivo c…
O LEITE

Das vacas vem (ou vinha) o leite.
Quase tipo único, quando sai das vacas.
Das fábricas saiem vários tipos: gordo, meio gordo e magro.

Hoje conheci dois novos tipos de leite (?), em embalagens semelhantes, mas de marcas (fábricas) diferentes:
- leite para cafetaria e culinária
- leite para profissionais

Não sei se serão melhores ou piores que o leite que se consome em nossas casas; ou, visto doutra forma: o leite que habitualmente consumimos não é o melhor?

E esfalfa-se uma vaca para isto...
OS CANDIDATOS DO PSD

Sobre a candidatura à presidência da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, em 2009, Aires Pereira (vice-presidente da autarquia) afirmou a "O Comércio da Póvoa" (em 03 de Novembro de 2005):

"O PSD é que vai dizer, mas mal corria se, ao fim destes anos como autarca, não mesentisse em condições para concorrer".

Porém, esta candidatura só terá lugar "se Macedo Vieira decidir não voltar a concorrer à presidência da Câmara Municipal".

A conclusão a tirar é que o candidato do PSD nas autárquicas de 2009 será um de dois:

MACEDO VIEIRA, se decidir não "colocar um ponto final na sua carreira política autárquica;
AIRES PEREIRA, caso Macedo Vieira se retire das lides políticas.

Este cenário foi desenhado há dois anos, e mantém-se . O prognóstico então traçado parece ter pernas para andar.
JORNAIS E JORNALISTAS

É urgente que a grande maioria dos nossos profissionais da comunicação social (jornais e rádios) meditem sobre a recente decisão do Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas (CDSJ) referente ao caso "José Rodrigues dos Santos e a RTP", de todos conhecido:

"(...) é um dever ético de qualquer jornalista denunciar pressões e interferências que sobre ele se exerçam por parte de entidades e organizações não jornalísticas".

O CDSJ acrescenta ainda:

"(...) no caso em apreço, e como fez José Rodrigues dos Santos, a denúncia da interferência constitui um dever ético e deontológico".

Percebo as condições em que trabalha a maior parte dos nossos jornalistas: ou fazem como lhes ordenam ou, então, é-lhes indicada a porta da rua, sem explicações. Certo e sabido!

E não terão então, os jornalistas, ninguém que os defenda quando, na tentativa do exercício isento da sua profissão, deixam de cumprir (quase sempre por…
AVEIRO IMITA A PÓVOA

Et voilà!

Na rota do "Portugal das Avenidas" (Novembro,20), aparece já Aveiro a propor um parque de estacionamento subterrâneo no centro da cidade, na sua principal avenida, numa parceria público-privada.

O projecto contempla a possibilidade dos futuros parceiros construirem e explorarem a infraestrutura.

Os comerciantes da zona opõem-se, porque vêm o negócio a sair prejudicado, e tiveram a oportunidade de se fazerem ouvir.

Aprovado pelo executivo, de maioria PSD-CDS, o projecto subiu hoje à Assembleia Municipal, para ser discutido. Assim mandam as regras.

Venha o próximo!
PORTUGAL DAS AVENIDAS

Diz o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim que o projecto da Avenida Mouzinho é um projecto pioneiro. Sê-lo-á na Póvoa, porque não faltam por aí coisas assim.
Por ser tão inovador, afirma o dono da ideia brilhante, já houve uma boa meia dúzia de colegas autarcas que o contactaram para copiarem o modelo (parece que se trata de uma invenção, e portanto caso único no país).
Agora aguarda-se o contacto de mais uns 300 autarcas, ansiosos por adaptarem o inovador projecto à realidade das respectivas vilas e cidades.

Não perdem tempo os autarcas nacionais, que se afanam com o progresso, e assim se desenvolve o país: quem ainda não tem uma avenida, constroi uma avenida, pois claro, comprida e direita, uma cópia fiel da nossa Mouzinho de Albuquerque. Para começar...
E depois de construídas as avenidas, fazem-se os buracos para servirem de parques de estacionamento subterrâneo. Mesmo que não sejam necessários!

Copiando o modelo pi…
INGRATIDÃO

Com tanta obra feita ("obra" no sentido material do termo) ao longo dos sucessivos mandatos das maiorias PSD que temos tido, poucos têm prestado o devido reconhecimento a quem, na cidade, se tem devotado denodadamente ao seu engrandecimento (material, portanto).

Exceptuando as placas inauguradoras (algumas faltando à verdade), pelas quais é implicitamente rendido louvor ao "master mind" da obra, não se encontram outros registos.

É tempo de mostrar gratidão àqueles que, directa e indirectamente, tanto se têm empenhado e contribuído para o embelezamento da urbe. As obras na Praça do Almada são, agora, um bom exemplo.

A devida prova de gratidão é dirigida às várias Comissões que têm levado a cabo tão notáveis realizações urbanísticas na Póvoa.

Embora receando falhar alguma - lapso pelo qual desde já me penitencio - aqui ficam enaltecidas:

CDG (Comissão Do Granito)

CDF (Comissão Do Ferro)

CDC (Comissão Do Cimento)

CDM (Com…
O CZAR

Na última vez que o czar fez anos, e apesar da muita neve que caía, foram mandados vir os governadores das províncias do império, para lhe prestarem homenagem e vassalagem.

Na grande praça das colunas, os governadores alinhados dobraram-se sobre as suas próprias, e ofereceram ao czar as prendas que traziam nos cofres.

O povo, mantido afastado e esfomeado, batia palmas. Dançaram-se czardas.

Caía a neve.

Caiu a noite.

Caiu o czar.
A CORRECÇÃO

O semanário"A Voz da Póvoa" nº 1339, de 08 de Novembro de 2007, emite uma Correcção a um texto publicado na sua edição de 25 de Outubro, relativo às obras de saneamento na freguesia de Terroso, dando a saber que "o comunicado emitido às redacções, criticando a forma como a intervenção está a decorrer, foi elaborado por um movimento de cidadãos de Terroso e não por militantes socialistas como foi referido no dito texto. Aos visados pedimos as nossas sinceras desculpas".

Passadas duas semanas, ficam assim avisados os visados de que lhes foram pedidas sinceras desculpas, por parte do jornal.

Para ficar tudo numa santa paz,falta agora o sincero pedido de desculpas dos responsáveis políticos, pelas infundadas afirmações (calúnias), aos igualmente visados.
DIA MUNDIAL DA POUPANÇA

Era costume, na data em que se celebra o Dia Mundial da Poupança, fazer-se um reforço de cobres nos mealheiros, por se compreender que poupar era preciso.
Alguns bancos ofereciam até condições muito especiais às crianças que, neste dia, abrissem uma conta, com as moedas dos padrinhos e com poupanças dos papás.
Pedagógico e lucrativo. Era a cultura da poupança.

Poucos anos passados e o costume foi-se.
No entanto, a teoria mantém-se: diziam esta manhã uns jóvens directores de marketing bancário que as pessoas deviam poupar alguns euros, consoante as suas disponibilidades; por exemplo, 25 euros, 50 euros, 200 euros...

Num país com mais de 2 milhões de pobres e muitíssimas famílias endividadas, as pessoas que conseguissem num mês dispor, por alguns momentos que fosse, de 25 euros, gastá-los-iam na compra de bifes - em promoção - para um almoço melhorado num qualquer Domingo do mês.

Hoje é o Dia Mundial da Poupança.
Hoje é o Dia N…
GENTE RICA É OUTRA LOUÇA

A maioria PSD no executivo da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim REPROVOU a proposta dos Vereadores Socialistas para a criação do Cartão Municipal do Idoso, o qual iria permitir aos mais velhos (e carenciados) terem acesso a descontos nos serviços prestados pela Câmara e, eventualmente, por comerciantes.

A maioria PSD teve 15 dias para estudar a proposta; os seus elementos (o presidente da Câmara e mais 5 vereadores) tiveram tempo mais do que suficiente para "espremer as bisnagas" e apresentarem uma alternativa ou uma justificação credível e decente.

A reprovação da proposta dos Socialistas foi lida pelo vereador mais vocacionado para a causa: o do pelouro da Acção Social, Prof. Luís Diamantino. E disse:

"(...) mais não seria que um cartão de carência económica, vulgo atestado depobreza - algo que, por tão humilhante, deveremos a todo o custo evitar. Aliás a humilhação do idoso começaria logo no processo de atribuição, exigind…
EXEMPLO A SEGUIR

Para "valorizar a qualidade e originalidade arquitectónica do concelho", a Câmara Municipal de Loulé promoveu o "Prémio Bienal de Arquitectura e Urbanismo", pretendendo, com isso, incentivar "a construção rigorosa e bemenquadrada de obras tendo em conta a preservação de espaços verdes".
Segundo a notícia avançada pelo "Público", em 12.10.2007, serão avaliadas três categorias:
- obra nova;
- obra de recuperação;
- obra de urbanização.

Para a cerimónia de entrega dos prémios foi escolhida uma data de grande significado local - o Dia do Município - , e a antecedê-la haverá uma exposição pública dos trabalhos premiados.

Já em duas ocasiões sugeri, neste espaço, um projecto semelhante para a nossa Câmara, sem que se tenha notado qualquer resquício de receptividade à ideia. Que é uma boa ideia, tenho a certeza.

Haja paciência. Há quem insista em fazer-nos diferentes...para pior.

PORTUGAL vs ESPANHA

A Espanha é uma das maiores potências económicas da UE.
Portugal também faz parte da UE.

O IVA em Portugal é de 21%.
Os nossos vizinhos usam um escalão muito inferior.

Os vencimentos dos espanhóis são muito superiores aos dos portugueses que trabalham.

Nós temos os combustíveis muito mais caros. E os carros em Espanha são muito mais baratos.


Os nossos contadores eléctricos, das empresas e domésticos, vão ser substituídos por novos modelos, para permitirem uma melhor gestão. Serão mais de 5 milhões de equipamentos, que os consumidores portugueses vão pagar (substituição e instalação).
Em Espanha também vai haver uma semelhante operação de modernização: 15 milhões de novos contadores. E quem é que os vai pagar? A empresa espanhola distribuidora de electricidade! Os consumidores espanhóis não pagam!
A GESTÃO EXEMPLAR DA VL

Sempre que alguém, de fora do círculo apertado do PSD-Póvoa, emite uma opinião ou critica aspectos de gestão da Varzim Lazer-Empresa Municipal (VL), costumam saltar as "comadres", num frenesim enjoativo, a tecer loas à excelente gerência (?!) e às magníficas (?!) condições da VL, e a denegrir outras opiniões que não estejam em sintonia. E há quem afirme até que "já basta de se falar na VL!", como se tudo estivesse remediado.
Não está, e dificilmente virá a estar. As razões são conhecidas, e só não as aceita quem não quer mesmo aceitá-las.

O anterior presidente do CA da VL (presidente da Câmara, Macedo Vieira), "explicou que a academia (pomposo nome!) precisava de ser dinamizada, e, agora poderá ser possível criar ali uma escola de ténis" (in "Póvoa Semanário", 03.10.2007).

No mesmo semanário, o artigo de opinião do Eng. David Santos ("Varzim Lazer, um exemplo de gestão"), escrito por quem tem…
HAVERÁ PONDERAÇÃO ?

Na última sessão da Assembleia Municipal (AM), Renato Matos, presidente da Comissão Política do PS-Póvoa, criticou a entrega da gestão da Academia de Ténis (Varzim Lazer, Empresa Municipal) a uma empresa privada, a qual começou por TRIPLICAR os preços!
O vereador-administrador da VL assegurou que tal entrega à empresa privada (sem concurso público) não incorre em qualquer ilegalidade. Mas NÃO explicou o essencial da questão abordada: o desvio dos objectivos principais da Academia de Ténis da VL. E era isso que mais interessava discutir.

Renato Matos também referiu o facto das recentes melhorias dos espaços da Academia de Ténis (há tanto desejadas), para a realização de um torneio organizado por um dirigente do PSD-Vila do Conde e, pura coincidência, familiar do presidente da Câmara da Póvoa.
Segundo a notícia do "Público" (03.10.2007), "o presidente da câmara, Macedo Vieira, acusou Renato Matos de fazer uma sér…
PRESIDENTE IDIOTA



(À atenção dos Poveiros)



"Temos que acabar com a guerra no Iraque.



Temos que nos livrar deste presidente IDIOTA que não nos representa".



(declarações públicas duma cidadã norte-americana, referindo-se ao presidente George W.Bush, transmitidas pela RTP1, no jornal da manhã de hoje, 26.09.2007)
POEMA DOS NOSSOS DIAS

Nos tempos atordoados pela idiotice, que perpassam por nós, a voz do Poeta atravessa a minha cidade, e clama:

"Um contra o mundo, é pouco.
Mesmo que seja louco,
É muito pouco ainda.
Mas que pode fazer o homem que endoidece
E se esquece
De medir o poder do seu tamanho?
Ah, se houvesse um fotógrafo no céu
Que filmasse
Uma aventura assim, ridícula e perfeita!
D.Quixote sozinho
A combater as velas do moinho
Que mói, ronceiro, a última colheita."

( "A Luta", de Miguel Torga, in "Cântico do Homem")
A POLÍTICA POVEIRA FOI A BANHOS

A desculpa, ou a culpa, é das férias de verão, longas demais. "O PS deixou deapresentar propostas", lamenta-se a maioria PSD do executivo camarário. Dantes apresentavam sempre. As reuniões de Câmara, com o presidente (mais uma vez )ausente, não têm matéria que preencha uma Agenda. Porque a maioria não quer e porque não sabe o que fazer. Se o PS apresentasse propostas...

Sendo a época de acalmia, porque não usar a placidez do fim de tarde da reunião a trocar impressões e a debater ideias com a Oposição?
Mesmo que sejam pontos que não constem da Agenda.
Mesmo que as conclusões não fiquem registadas nas Actas, e se percam nas intenções.
Reflexão e debate, com a Oposição, seriam pecados capitais!

Trocar impressões? Não existe o hábito.
Debater ideias? As vaidades impedem-no.

Nos meses de verão, as férias não permitem que a maioria PSD construa uma Agenda Política que nos interesse.
A NOSSA PRAIA

No pequeno espaço de areia que parece mais limpo espetam-se os paus que seguram o guarda-vento, e há um que encontra resistência: é uma fralda rota e suja de criança, ali enterrada na véspera; logo de seguida, alguém mais felizardo, espeta o dedo grande do pé num saca-rolhas, dos grandes, próprio para abrir garrafões. Ainda não se acabou de estender as toalhas de banho e descobre-se um plástico: puxa-se e sai um saco cheio de espinhas de peixe. Dois ossos de costeletas e uma garrafa partida seriam mais tarde descobertos por uma criança que abria um poço na areia.

O repousante passar pelas brasas sob este sol quente de Agosto é cortado por um certo aroma agradável de abrir o apetite; vem da tenda ao lado onde afamília já está reunida para o almoço, que é cozinhado com a ajuda dum fogão alimentado por duas botijas de gás. Para sobremesa pude ver que havia melão para os adultos e melancia para a pequenada; uns e outros, sempre prontos para mais uma talhada, atirav…
PORTAGENS NA PÓVOA

Em 2004, o então Ministro das Obras Públicas, António Mexia, mexeu com as SCUTs: introdução de portagens, para reequilibrar o orçamento (o que seria sem cobrança ao utilizador, passaria então, com o governo PSD, a ser pago).

Entre Porto e Viana "revoltaram-se" as hostes: tudo contra!
Todos contra, não será bem: na Póvoa de Varzim, a Câmara PSD era a excepção, favorável às portagens(amém com o partido...), mesmo sem alternativa à A28 !

José Sócrates prometeu manter a situação: as SCUTs não serão pagas quando não haja alternativas.
Sol de pouca dura. Agora, o governo PS decidiu avançar com as portagens (seria já para este ano, mas foi adiado para 2008, por questões técnicas).

Na Póvoa de Varzim, a A28 continua SEM alternativa.

Os partidos políticos poveiros estão CONTRA as portagens na A28. Incluindo o PSD.
Óptimo.

O meu recado será, então, para a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim pressionar o Governo para não se pagarem po…
NUZINHOS DA SILVA

A praia da Estela é, dizem, óptima para a prática do naturismo, e é frequentada por largas dezenas de pessoas, que creio serem, na sua quase totalidade, turistas.
Acontece que nas últimas semanas os veraneantes naturistas têm sido incomodados por alguns populares daquela freguesia poveira, de acordo com a notícia do "Póvoa Semanário", de 29.08.2007.

O presidente da Junta de Freguesia da Estela, e segundo aquele jornal, "não quer fazer qualquer comentário sobre o diferendo que opõe os naturistas ao grupo de populares". Declarações mais que acertadas, acrescento eu, e outra coisa não seria de esperar. Talvez lá para o Inverno possa haver uma tomada de posição...

Por existir enquadramento legal, o grupo de naturistas diz que já enviou um ofício à C.M.P.Varzim a "solicitar a criação das condições objectivas para a prática naturista". Não houve até agora resposta, mas como só passou ainda uma semana, há que saber esperar, qu…
ALGUÉM VIU O PDM ?

As coisas pareciam correr normalmente na Póvoa de Lanhoso, no que respeita à execução do Plano Director Municipal (PDM).
Encontrando-se em fase final de execução, a adjudicação da revisão do PDM fora entregue a uma empresa de Arquitectura e Engenharia, por deliberação do executivo camarário.
Agora, o Tribunal Administrativo de Braga pode considerar nula aquela deliberação camarária, por não ter sido a adjudicação feita através de concurso público.
Simples e claro.

Noutra Póvoa, a de Varzim, penso que nada disto vai acontecer. Talvez nem se chegue à fase de adjudicação da revisão do PDM...
Quando entenderem que está pronto, será publicado!

NATURALMENTE !

Ao longo de quase dois anos no executivo camarário, os vereadores eleitos na lista do Partido Socialista têm apresentado várias propostas de cariz social, como é sabido por quem tem assistido às sessões públicas de reunião de Câmara ou que lêm as actas, destas e das reuniões privadas. Os jornalistas (jornais e rádios) também as conhecem (todas), mas o que raramente se viu foi darem-lhes o tratamento que justamente mereceriam, sendo essa tarefa uma forma de INFORMAREM; não têm, pois, desculpas, se não o fizeram.

Como se sabe, também, a maior parte dessas propostas têm sido REPROVADAS pela maioria PSD e, para além disso, sido motivo de atitudes pouco próprias dessa mesma maioria, e aqui sim, há quem com isso rejubile, faça eco e construa títulos. Paciência. É o que temos.

Muito recentemente os vereadores do PS apresentaram uma proposta no sentido da redução do custo absurdo de uma habitação social (do município), que uma famífia de poucas posses pretendia a…
DA VENEZUELA SOPRAM VENTOS

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, quer expulsar do país os estrangeiros que publicamente o criticarem a si ou ao seu governo.
Entretanto, houve um arcebispo, seu compatriota, que instou os jornalistas a não terem medo e escreverem a verdade, informando bem.

A decisão de expulsão foi tomada, crê-se, como um gesto de patriotismo. Diz-se por lá, "que era o que faltava, estrangeiros, visitantes ou residentes, criticarem o presidente ou o governo".
Na Venezuela, eles é que sabem. Cá, na nossa santa terrinha, sabemos nós.

Há quem diga que o espírito que está na base daquela decisão é o mesmo que já se vive no país; a ser verdade, fica a ideia de terem sido antes lançadas as sementes por vila e cidades...

Agora, com a deturpação da legitimidade obtida pelos resultados das eleições, propõe o presidente uma medida simples: alterar a Constituição para tornar vitalício o cargo de Presidente da República (o próprio).
Os go…
O VERÃO JÁ FOI ?

Aquilo que havia planeado escrever sobre o nosso Verão 2007 foi, em parte, esvaziado pela acertada crónica de José Andrade, saída no "Póvoa Semanário", de 08.08.2007.
Os dois pontos que referirei a seguir confirmam o que lá se pode ler, e quem tiver alguma noção (ou consciência) das suas responsabilidades, nesta área, que levante o braço.

-Em muitas vilas e cidades do país há, nesta altura, Feiras Medievais, algumas delas temáticas e outras com variantes culturais de relevo (caso de Óbidos). Há, naturalmente, muita repetição; mas o que é certo é que elas chamam gente, muita gente, que fica a conhecer ou a conhecer melhor, as terras visitadas. O comércio desenvolve-se.

Na Póvoa -agora cidade dos eventos- não tivemos uma Feira Medieval, mas tivemos um acontecimento invulgar e, em meu entender, bem melhor: a reconstituição da vida que existiu na Cividade de Terroso!
Soube pelos jornais locais, da sua realização e da forma como tinha dec…
AS IDEIAS DOS OUTROS

O Dr. Luís Diamantino, vereador da Cultura, disse a um jornal local que vai haver uma ligação entre o parque subterrâneo da Avenida Mouzinho e o Cine-Teatro Garrett.
Boa ideia!

Mas a ideia tem autor: Arquitecto Silva Garcia e os restantes vereadores do Partido Socialista, que apresentaram uma proposta nesse sentido, em reunião de Câmara.
A maioria PSD chumbou a proposta!

Segundo as palavras do mesmo vereador, professor, vai haver também uma passagem entre o parque e o Garrett, para cargas e descargas, relacionadas com a futura sala de espectáculos.
Outra boa ideia!

O mesmo discurso: a ideia tem autor. Foi uma proposta do Arquitecto Silva Garcia, que a maioria PSD não aceitou.

Ainda bem que se vai proceder à concretização daquelas propostas. Mas requere-se um mínimo de hombridade: reconhecer a verdadeira autoria das ideias.

A ideia NÃO É DO PSD (haviam-se esquecido desses pormenores...).
A ideia é do Arquitecto Silva Garcia e…
FORÇA E ABUSO DO PODER



Madeleine Albright foi a Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros dos EUA, na Administração Clinton.



No seu livro de memórias, diz ela que "a força da América é indispensável, mas não pode resolver tudo só por si; só com alianças se podem ultrapassar os problemas do Século XXI".



Estou de acordo que o diálogo e as alianças são essenciais para se alcançarem os melhores resultados, desde que estes sejam os que mais interessam ao bem comum.



Imaginemos alguém que queira fazer uso da força que detém (económica ou política), e decide a seu bel-prazer levar acabo a satisfação das suas ambições; sem querer ouvir quem tem opinião diferente, e talvez melhor; furtando-se sistematicamente ao diálogo.

Não tenho dúvidas: esse alguém será propenso à categoria de ditador.
SEGUNDA ENCENAÇÃO

Depois da palhaçada (reconhecida como infeliz acontecimento e ridícula manifestação) que foi a visita "espontânea" de gente da província a Lisboa, para aclamar o vencedor das intercalares na CML, aconteceu no Centro Cultural de Belém, também em Lisboa e presidida pelo Primeiro Ministro, a demonstração do "Salto Tecnológico" na área da Educação, com a distribuição de computadores.
Esta foi uma segunda encenação (sem comparaçãocom aquela), com transmissão televisa.

" Em 2010 Portugal vai estar incluído no pelotão dos 5 países europeus mais avançados na modernização tecnológica do ensino". Oxalá!
Aposta governamental, no âmbito do Plano Tecnológico para a Educação, por meio do qual "vao ser criadas redes internas e portais para que o contacto e a troca de informações entre professores, alunos e famílias seja cada vez mais feito através da via electrónica"(in Público, de 24.07.2007).
Balelas, digo eu. É que falta o resto... e não é pou…
MÉDICOS-POLÍCIAS

A notícia de rodapé no noticiário da RTP1 dizia que o Ministro da Saúde tenciona mandar médicos para a Madeira para que a lei (do aborto) seja cumprida. Um pouco mais tarde ouvi a notícia na TSF, e embora não sendo exactamente assim, é, talvez, ainda pior.
Vamos por partes:
Não é o Ministro da Saúde quem tem de fazer cumprir a lei do aborto na Madeira; trata-se duma Lei da República, extensiva a todo o território nacional, o qual tem um único Presidente da República, e de quem esperava outra atitude bem diferente do "lavar as mãos" de há poucos dias.
Tentar suavizar (posição assumida pelo Ministro da Saúde) o clima de crispação e antagonismo existente na Madeira, enviando médicos "já e em força", é ainda pior solução.
Basta de paninhos quentes!
A LISTA QUE DEU PRÉMIO

A informação, fresca e insuspeita, acaba de sair no semanário "A Voz da Póvoa" de hoje, 18.07.2007: a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim foi agraciada com uma Menção Honrosa pela Requalificação da Frente Marítima ( creio já ter lido isto o anopassado...), o que acontece pelo segundo ano consecutivo. "A valorização da frente marítima contemplou a prestação de uma série de serviços básicos (...) com o objectivo de proporcionar condições e qualidade a todos os veraneantes".

Vejamos o "menu" deste ano:

- Apoios de praia uniformizados com:
.WCs
.recepção e informação
.bar e zonas de sombra
.snack-bares
.restaurantes de elevada qualidade

- Ambiente:
.equipamentos para deposição selectiva
.ecopontos
.deposição indiferenciada
.cinzeiros
.campanhas anuais de sensibilização ambiental

- Mobilidade:
.rampas de acesso, lugares de estacionamento e sanitários para pessoas portadoras
de deficiência
.2 mini-bus (para o transporte gratuito de…
O PODER DOS BLOGS

Ammar Abdulhamid é um novelista sírio, autor identificado de um blog onde escreve comentários políticos; nos últimos dois anos tem chamado ao presidente da Síria estes pequenos mimos: ladrão, ditador, Mr.Bean, aldeão idiota e Fredo Corleone (mafioso, portanto).
O autor luta pela substituição do actual regime por um governo eleito.

Agora escreve a partir de Washington, para onde foi exilado pelo governo sírio, e organizou um grupo de bloggers árabes com o objectivo de proteger os dissidentes do seu e de outros países no Médio Oriente.
Disse Abdulhamid à revista Newsweek: "se for permitido aos regimes afastar-nos da blogosfera, não nos restará mais nada".

No Egipto, um outro blogger, usando nome fictício, criticou severamente o regime do presidente e apresentou provas, o que seria impensável na imprensa controlada, e que causou extremo incómodo.

A propósito deste fenómeno e da sua importância na luta contra os regimes ditatoriai…
UMA ESPÉCIE DE CIRCO

Ponto da Ordem de Trabalhos da Assembleia Municipal da Póvoa de Varzim: "apreciação e votação de proposta de reestruturação patrimonial e de capitais da Varzim Lazer, EM (VL)".

O Prof. Daniel Bessa, da Escola de Gestão do Porto (EGP), foi convidado para vir explicar, antes da discussão desse ponto da agenda, as dúvidas que lhe haviam sido postas por escrito, sobre o relatório do estudo que a Câmara lhe encomendou sobre a VL, o qual era desde há muito conhecido.

O Senhor Professor limitou-se a referir (repetir) algumas das passagens do tal relatório encomendado. Não trouxe nada de novo!

Como resposta às duas únicas perguntas, simples e curtas, "chutou para canto": alguém da Câmara ou da VL que respondesse... Assim foi feito.

E depois disse: meus senhores, muito obrigado, boa noite. E foi-se!

Pareceu-me uma fracota encenação política.

P.S.- com que direito aparece o logotipo da Câmara Municipal no anúncio da nova ca…
A INAUGURAÇÃO

Sem contar com as associações, agremiações e ranchos folclóricos, uma dúzia de pessoas por freguesia, pelo menos, daria uma multidão a assistir, plena de felicidade, à inauguração do monumento que representa as 12 freguesias da Póvoa, na Av.25 de Abril.

A inauguração deveria ter sido uma festa. Não foi!

As fotografias que se podem ver no "oantivilacondense" ("2ª curta-metragem poveira") são elucidativas.
Nem a boa disposição, própria dos grandes momentos de festa, reinava entre os senhores inauguradores...

Passou-se alguma coisa que eu desconheça?
ÚLTIMA HORA

Quando falava à TSF no programa "Terra a Terra", hoje dedicado à Póvoa de Varzim, o presidente da Câmara afirmou, na parte respeitante aos projectos para a Póvoa:

"os transportes públicos são o novo paradigma; os portugueses não estão
habituados, mas têm que mudar".

Isto mesmo: "os transportes públicos são o novo paradigma".

Espantoso!

Macedo Vieira já leu o "Projecto Bolina"!
JORNALISMO E DEMOCRACIA

No artigo de opinião saído hoje no "Público" (26.06.2007), da autoria do jornalista José Vítor Malheiros, a que deu o título "O Político e o Cidadão", pode ler-se no seu começo: "Os cidadãos têm o direito de inquirir sobre os actos do primeiro-ministro. E têm o direito de sondar o seu carácter - em tudo o que seja a tradução pública desse carácter. E os "media" têm a obrigação deontológica, passe o pleonasmo, de o fazer, por muito que isso custe aos visados e aos próprios "media".

O artigo é exemplar por duas razões principais: analisa o comportamento dos assessores do primeiro-ministro quanto à recusa em darem informações ( em causa estava o processo movido contra o autor do blog Do Portugal Profundo), e a confusão gerada pela junção e disjunção (conforme as conveniências) das duas figuras reunidas na mesma pessoa (o político e o cidadão).

Um quadro semelhante já tem sido referenciado entre nós, e não s…
UMA IDEIA COM 6 ANOS!

Sobre a proposta do Partido Socialista para o aproveitamento da ETAR da Apúlia, com vista ao tratamento das águas de saneamento de 4 freguesias poveiras situadas a norte, diz a edição on-line do "Póvoa Semanário", de 17.06.2007, que Macedo Vieira afirmou que "a Câmara tem um plano pormenorizado para o saneamento há cinco ou seis anos e que visa precisamente esse tipo de situações". E acrescenta o gestor da cidade: "o PS não trouxe nada de novo" (reparem, por favor, nesta nova frase-feita do discurso do PSD poveiro).

Ora, se isto fosse verdade, podia-se perguntar:

- porque não foi posta em prática esta ideia, evitando-se os repetidos festivais de salmonelas?
- porque é que a Câmara anunciou, aos mais que 4 ventos, a futura ligação do concelho da Póvoa à ETAR de Matosinhos, se então havia outra ideia?
- se para além desta ideia dos esgotos, que está na cabeça, existe um plano pormenorizado, porque é que nunca falaram nele durante…
SABUJOS

Odeio sabujos!
Essa espécie de gente menor mete-me nojo. E é perigosa porque é traiçoeira e cobarde. Os lambedores de botas são vermes imundos que contaminam a sociedade.
E o grande mal é que eles andam por aí!

Há-os por todo o lado, e um exemplo acabado do chico-esperto, mais ambicioso que o "chefe", como convém, foi dado recentemente por um alto funcionário e conselheiro da Administração americana, que era de opinião que a prisão na base de Guantánamo deveria aumentar para o dobro (para se impor autoridade!). Isto numa altura em que por esse mundo fora se discute o seu encerramento, pelas razões sobejamente conhecidas.
Um conselheiro lacaio, que não sabendo que o presidente havia mostrado o desejo (finalmente!) de encerrar Guantánamo, para calar as vozes, mostrou todo o seu carácter pelas declarações que proferiu.
Se fosse cá, os sabujos deste quilate cairiam nas boas graças dos "patrões".
OS BURROS

Não são bem conhecidas as verdadeiras razões que levaram J.A. de M., em tempos que já lá vão, a dirigir-se ao superior hierárquico da Ordem dos Bernardos, em termos pouco comuns e nada respeitosos. Sendo uma missiva violenta, de protesto, tudo leva a crer que o Geral dos Bernardos teria feito asneira grossa, infringindo seriamente alguns dos princípios que a ordem monasticamente respeita, e tantos que eles são.
É muito provável que o referido superior tenha abusado da sua posição ou feito favores a alguém, não sendo merecedor, desviando-se escandalosamente das normas de conduta que são preceito daquela comunidade religiosa.
Sem outras conjecturas e essenciais investigações, leia-se a carta endereçada a Sua Reverendíssima, tal qual nos foi dada a conhecer:

" Ao Geral dos Bernardos

DEDICATÓRIA

Nunca a matéria tratada, e os mecenas a quem ela se dedica, tiveram e conservaram entre si tanta semelhança e analogia quanta se encontra e se conserva…
O ARQUITECTO DAS CIDADES

"Tento fazer sempre a ligação entre a Qualidade da Arquitectura e a Qualidade deVida", afirmou numa entrevista à NEWSWEEK (4 de Junho, 2007), o famoso arquitecto britânico Richard Rogers, que acaba de ser galardoado com o prestigiado prémio Pritzker Architecture Prize.
Richard Rogers, que em 1971, e em parceria com Renzo Piano, venceu o concurso para a edificação do Centro Pompidou, à frente de 680 concorrentes, sempre considerou que as cidades desempenham um papel muito importante na nossa sociedade. Por isso, logo no início do governo de Tony Blair, foi convidado para presidir a um Grupo de Trabalho de Urbanismo, com vista a examinar o estado das cidades inglesas; desse trabalho resultaram 105 recomendações que constituiram a base da política de desenvolvimentourbano inglês, com relevo para a harmonia das construções, o ambiente e bons sistemas de transportes públicos.
Richard Rogers é actualmente o principal assessor do Presidente da C…
MAIS UMA DE SOCIAL

Disse-me que já perdeu a conta ao número de anos que trabalha na Função Pública, num dos escalões inferiores da hierarquia.
O Estado paga mensalmente, a este seu servidor, que trabalha o número de horas estipulado na lei, o equivalente ao ordenado mínimo nacional: uma invejável fortuna!
Concedem-lhe, todavia, uma regalia: recebe, ao fim do mês, 9,80 euros de subsídio de refeição!

Está provado que o Rendimento Mínimo Garantido continua a ser um óptimo "emprego".
R M G

Deve andar pelos 40 anos, mais coisa, menos coisa. Não apresenta sintomas de maleitas nem de defeito físico, e muito menos revela qualquer sinal de miséria.
Desempregou-se, há alguns anos, de livre vontade; e se já então as preocupações eram mínimas, agora são nulas. Como vive só, também por desejo próprio, tem quem lhe trate da vida: uma instituição social leva-lhe todas as refeições a casa. Nos intervalos passa a maior parte do tempo no café com os amigos, a jogar às cartas e às damas (estas à noite...).
No fim do mês recebe, pontualmente, o cheque da segurança social; ele foi dos primeiros a inscrever-se no programa do Rendimento Mínimo Garantido, com o aval de quem lhe fica com os votos, em todas as eleições.
Muitos se revoltam com a tremenda injustiça social, mas nenhum protesto o incomoda: o rendimento é garantido!
O pai, que vive perto, passou a fábrica a patacos, e ganha para cima de mil contos por mês, só de rendas!
O SHOPPING

Noticia o "Público" de hoje, 11 de Maio, que o presidente da câmara poveira diz "haver vários investidores interessados em construir um shopping na cidade". Acrescenta ainda o autarca "que a edilidade está a estudar um pedido de uma empresa que pretende instalar o centro junto ao hospital, um terreno camarário onde funcionou um parque de estacionamento" (terreno da antiga cadeia).
Segundo o presidente, "esse seria um «bom local» para a edificação do shopping, já que ficaria numa zona que precisa de ter animação" (ficará colado ao hospital...), "e teria bem perto um parque de estacionamento subterrâneo".
Está justificada, em grande parte, a necessidade (?) da obra do regime! Falta saber é se os futuros clientes do shopping (é fino dizer shopping...) terão estacionamento gratuito.
Parece estar, assim, confirmado: "a Póvoa de Varzim é, a seguir a Lisboa e Porto, a cidade com maior investimento".
MAIS CINCO DE MILLÔR

Conhecesse Millôr Fernandes as realidades da nossa Terra, e de certeza que haveria de gostar de dedicar à Póvoa de Varzim estes cinco nacos de bom humor:

1. Se durar muito tempo, a popularidade acaba tornando a pessoa impopular.

2. É impressionante a altura que um homem pode atingir apenas não descendo de
nível.

3. Ser diplomata é discordar sem ser discordante.

4. As lições de economia entram por um bolso e saem pelo outro.

5. Com muita sabedoria, estudando muito, pensando muito, procurando
compreender tudo e todos, um homem consegue, depois de mais ou menos
quarenta anos de vida, aprender a ficar calado.
UM "BURACO" FINANCEIRO?

Ontem, 26 de Abril, foi noite de Assembleia Municipal. Sessão Ordinária, com dois pontos em destaque:
1) Carta Educativa da Póvoa de Varzim.
2) Relatório de Gestão e Contas de 2006.

- A Carta Educativa é um documento que cumpre o Dec.Lei 7/2003, de 15 de Janeiro, e servirá para planear a rede de ofertas de educação e formação, possibilitando no futuro o exercício de uma cidadania plena e consciente.
Interessa a todos nós.
Sabe, porventura, o que ela contém?
Participou na sua discussão pública?

- O Relatório de Gestão e Contas seguiu o guião do costume: o PSD diz que 2006 foi um exercício excelente, com óptimos resultados; a Oposição demonstra que não é exactamente assim.
O PS e a CDU apresentaram números (que constam no Relatório). Mas fala "verdade" quem tem a maioria... Será isto que os poveiros merecem?
O PS encontrou uma discrepância de 2 milhões de euros e, naturalmente, pediu explicações. Um deputado municipal do PSD afirmou …
PASSEIO À BEIRA-MAR

Um percurso curto, sem pisar a areia da praia, olhando o mar quase azul e sentir a brisa refrescante do fim da manhã.

Dois pormenores marcam, pela negativa, este estado de coisas, este estado se alma:

- a água da piscina exterior (do complexo de piscinas da Varzim Lazer) é verde escura, muito escura; dá nojo , só de vê-la, e está ali à vista de quem passa.

- ao chegar-se à esquina da discoteca HIT (ex-Enseada) sente-se o cheiro nauseabundo a urina, que julgo ser de humanos que ali se divertem na madrugada.

Vergonhoso!
WC RADICAL

Há no areal da Póvoa, em frente à pérgula igual à que alguém viu não sei onde, um apoio de praia que consiste numa casa de banho para deficientes. Como acesso existe um passadiço de madeira, novo, junto ao paredão, que termina abruptamente na areia. E dali até ao WC é como num deserto: areia!
Estou mesmo a ver um deficiente motor numa cadeira de rodas, aflitinho da silva para ir verter águas, espalhar-se ao comprido e ficar enterrado na areia, sem se poder mexer.
Aquilo é um espanto de obra!
FAMALICÃO E PÓVOA

A "Casa das Artes" é um espaço cultural do Município de Vila Nova de Famalicão, que apresenta regularmente uma variada programação, muito publicitada, nos seguintes temas:
Cinema
Teatro
Dança
Música
Exposições
Conferências
Seminários
Congressos

(tem restaurante e existe parque de estacionamento gratuito).

Uma boa razão (mais uma) para cada vez menos famalicences virem à Póvoa (mesmo com a A7...).
Os mesmos argumentos (cultura e acessibilidades) servem para justificar que cada vez mais poveiros se desloquem a Famalicão.
COMÉRCIO LOCAL POVEIRO

O Salão Nobre da ACIPV (Associação Comercial e Industrial da Póvoa de Varzim) foi pequeno para acolher ontem, 11.04.2007, tantas pessoas interessadas em participar na discussão do problema grave existente na cidade da Póvoa, "Comércio Local: que futuro?", organizado pelo Movimento NOVOS RUMOS - UM COMPROMISSO PARA A PÓVOA.
Foi salientado que o tema era, sem qualquer dúvida, muito importantepara a Póvoa, e que o seu futuro (comércio local) deverá seguir estratégias de desenvolvimento que a Autarquia tem o dever de definir, e que por ora se desconhecem.
Sendo o debate aberto à população, e tratando-se de um problema de vital importância para a cidade (e que se interliga com vários factores), foi notória e incompreensível a ausência de representantes da nossa Câmara Municipal, uma Autarquia que sistematicamente se demite das suas obrigações, em eventos como este.
CONFERÊNCIA 4

"Uma proposta para um Serviço de Transportes Públicos Póvoa de Varzim/Vila do Conde" foi o tema da Conferência sobre Mobilidade Sustentável, realizada na última Sexta-feira, 30 de Março, fechando assim este Ciclo de Conferências.
O orador foi o Prof.Eng. Carlos Rodrigues, da Faculdade de Engenharia do Porto (FEUP), e que em Março de 2004 havia apresentado na Assembleia Municipal da Póvoa um estudo encomendado pela Autarquia, com vista à criação de um sistema de transportes comum às duas cidades vizinhas.
O Eng. Carlos Rodrigues, também nessa altura, fez o estudo para o sistema de transportes públicos de Vila Real, encomendado pela respectiva Câmara Municipal; posto em execução, superou logo e muito, todas as expectativas. É um sistema de sucesso!
O estudo encomendado pela Câmara da Póvoa (e que nós pagámos) foi metido na gaveta! Foi agora trazido à luz do dia pelos Vereadores eleitos nas listas do PS e pelo Grupo do Urbanismo e Mobilidade do PS, com a apresentação …
URBANISMO DOENTE

Se os planos urbanísticos não são respeitados, ou se até não existem quaisquer planos, pode-se dizer que o urbanismo está doente.
E para além dos males imediatos que isso a todos ( à maioria) acarreta, há um mal pior, que convém não esquecer: o mau urbanismo, resultante da incapacidade, da falta de abertura à população e de discussão pública, é prejudicial à Democracia.
Paulo Morais, professor universitário , manifestou na "VISÃO" (nº 733, de 22.03.2007), sobre isso, as seguintes opiniões:
"os pelouros de Urbanismo deveriam, em primeiro lugar, responsabilizar-se pelo planeamento do território em função do interesse colectivo";
"atente-se, por outro lado nos processos de revisão dos PDMs por esse país fora; averigue-se de quem são os terrenos que sofrem alterações de classificação de solos rurais para urbanos, sem o devido fundamento legal";
"muitas vezes, aqueles que são os gestores públicos estão ao serviço de lógicas par…
LIVROS

A propósito do que escrevi em 22.07.2007 sobre "O Inverno do Nosso Descontentamento" (será que algum dos nossos políticos já leu o livro?), segui o conselho de Mário J. Peliteiro e comprei, de Philip Roth, "O Animal Moribundo", que quase devorei. É de facto um livro de excepção, muito bem escrito e intenso; a franqueza que nos é apresentada em cada uma das suas 131 páginas é, por vezes, perturbadora. Salutarmente perturbadora.
Não conhecia Philip Roth. Agora já tenho na lista mais duas das suas obras.
Philip Roth foi distinguido com a edição deste ano do Prémio PEN/Faulkner, pelo seu livro "Everyman", e já tinha ganho o Prémio Pulitzer em 1979, e por duas vezes o National Book Award e o PEN/Faulkner Award. É, sem dúvida, um escritor a ter em conta.

Registei também a sugestão de "rouxinol de bernardim", ao indicar-me o livro "Educação como Prática de Liberdade", o que agradeço. Conhecendo o saber e a influência de Paulo Freir…
UMA FRASE

Saiu no "Público", de 23.02.2007, a seguinte frase, atribuída a Pascal, filósofo (1623-1662):

" escrevi esta carta mais longa do que é costume porque não tive tempo de a escrever mais curta"

Conhece-se a dificuldade em escrever de forma clara , concisa e precisa; e também se conhecem as razões ou os resultados das cartas longas e dos discursos compridos, que nada dizem. Daí o meu apreço pelo espírito (crítico?) contido nesta frase de Pascal.
INVERNO E PRIMAVERA

Acabei de reler "O Inverno do Nosso Descontentamento" ("The Winter of Our Discontent"), do americano John Steinbeck, Prémio Nobel da Literatura em 1962, e dei por bem empregue o meu tempo.
Decorrendo a acção do livro numa pequena cidade dos Estados Unidos, e a seguir à 2ª Grande Guerra, é espantosa a actualidade dos temas nele focados, que agora podemos considerar como se estivessem acontecendo entre nós. Afinal, aquilo que então se passou, tão bem descrito por J.Steinbeck, galgou as fronteiras e multiplicou-se como um vírus. Chegou até nós!
No centro do romance reside o dinheiro ("dinheiro atrai dinheiro"), a hipocrisia e os falsos valores que habitam nas engrenagens da sociedade, em todos os níveis.
Mas há quem não aceite a riqueza oferecida e prefira continuar a ser pobre, mas viver com dignidade e ser por todos respeitado, honrando-se a si próprio e a sua família, e mantendo presente a nobreza de carácter dos seus …
VEM AÍ A AUDITORIA!

O efeito do alerta foi semelhante ao do lançamento de uma bomba: gritos lancinantes, correria de gente espavorida, fumos e maus cheiros. Um autêntico inferno.
Foi logo pela manhã: uns ouviram a notícia na rádio, outros leram o grande título nos jornais. «Despachem-se, que vem aí a auditoria!», ouviu-se.
A Casa Grande parecia uma casa de loucos: pais que chamavam pelos filhos, tios que procuravam os sobrinhos, os casais estavam desencontrados, e a contagem dos primos não tinha fim. «Faltará alguém?»
Retiniam sem parar os telefones, e os telemóveis esgotavam a capacidade das redes. Fechavam-se portas, abriam-se gavetas, queimavam-se papeis. O fim do mundo.

Um grito de ordem acabou, finalmente, com o caos instalado. «Calma pessoal! A auditoria não é para aqui».
E não era,de facto.
A notícia, essa sim, era verdadeira, e só fogo de vista: foi uma das primeiras medidas do ex-Ministro da Defesa, Rui Pena, que anunciava uma auditoria às Forças Arm…
UMA CÂMARA EDIFICANTE!

A Câmara Municipal da Póvoa de Varzim (CMPV) vai construir um Centro Comercial e Habitações no espaço que até agora serviu de parque de estacionamento gratuito, e se situa nos terrenos da antiga cadeia, junto ao Hospital.
A importância de tal parque , pela sua elevada utilização (mormente por pessoas que visitam internados no hospital), não necessita de qualquer justificação. A sua requalificaçãopoderia muito bem servir os interesses generalizados dos poveiros, se houvesse boas intenções (desinteressadas intenções).
A nova edificação NÃO consta do Plano de Urbanização (PU) aprovado. Repito: NÃO consta! E, assim sendo, será legítimo perguntar-se: já vale tudo?
O autarca presidente da Câmara, segundo os jornais, afirmou que a Câmara (a "sua" Câmara, acrescento eu) está ainda a estudar a urbanística mais adequada ao projecto, incluindo a volumetria do complexo. Simplesmente admirável!
A CMPV virou-se agora, abertamente, para a construção c…
A PRÁTICA DA CIDADANIA

Saiu no "Público", há poucas semanas, a notícia de uma queixa apresentada ao Ministério Público contra - imaginem - nada mais nada menos que um ministro do actual governo. Sua Excelência dá pelo nome de Mário Lino, e tutela a importante pasta das Obras Públicas, Transportes e Comunicações.
A queixa, que tem muitos mais detalhes do que os que então vieram a lume, foi formalizada por uma dezena de cidadãos que se indignaram com as palavras proferidas pelo governante durante uma deslocação que fez a Madrid: declarou-se iberista confesso, e para dar relevo à eventual (e desejável?) união das duas nações ibéricas, até falou em espanhol...
Um ministro, em visita oficial ao país vizinho (que naturalmente o recebeu bem, porque Portugal defende o melhor que pode os interesses espanhois), não é propriamente um vendedor de mercadorias ou projectos, e mesmo que se sinta mais espanhol que português, não pode pronunciar em público essas suas ideias.
Foi …
A PAZ ACABOU!

Os cinco membros do Conselho Permanente das Nações Unidas podiam fazer muito mais pela paz (e pela felicidade) no mundo, se a ONU tivesse feito as reformas que são necessárias, mantendo-se a Organização no mesmo ponto em que estava em 1945, quando foi criada.
Até que surja uma desejável e urgente reforma na sua estrutura, os governos e demais organismos do poder têm que influenciar aqueles cinco membros, e insistemente os membros(temporários) do Conselho de Segurança. E até que algo de novo aconteça, assim vai a Paz por esse mundo, sabe Deus como...

Na Póvoa de Varzim a Paz acabou oficialmente no dia 13 de Janeiro passado, com uma cerimónia que a Câmara organizou a apadrinhar a ideia, já com alguns anos, de um poveiro. Mesmo que as cerimónias passem para além dos limites da Póvoa, e se estendam ao país inteiro, os efeitos práticos serão sempre reduzidos. Resta a intenção, mas não nos devemos dar por satisfeitos. Temos que aprender a lutar pela Paz!

Faz …